Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/159374
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Semiárido - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2007
Type of Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Authors: ALMEIDA JÚNIOR, A. B.
LIMA, J. A. G.
DUDA, G. P.
BARRETO, N. D. S.
MENDES, A. M. S.
Additional Information: ALESSANDRA MONTEIRO SALVIANO MENDES, CPATSA.
Title: Efeito da aplicação de diferentes doses de zinco na produtividade do meloeiro.
Publisher: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA DO SOLO, 31., 2007, Gramado. Conquistas e desafios da ciência do solo brasileira: anais. Porto Alegre: SBCS, 2007.
Language: pt_BR
Keywords: Ferilizante
Uso
Adubação Fertirrigação.
Description: O cultivo de melão no Estado do RN é fundamentado em uma agricultura de alta utilização de insumos, como fertilizantes e defensivos, uso de fertirrigação e adubação foliar como principais vias de aplicação dos nutrientes durante o ciclo da cultura. Porém as doses aplicadas, da maioria dos nutrientes, principalmente dos micros, não são fundamentada em resultados de pesquisa. Diante do exposto, o objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de aplicações de doses crescentes de Zn sobre a produtividade da cultura do melão. Para a realização deste trabalho foi montado um experimento de campo em um Latossolo Vermelho Eutrófico na Fazenda Santa Júlia, localizada no município de Mossoró-RN. Foram testadas oito doses de Zn (0; 400; 800; 1200; 1600; 2000; 2400 e 2800 g.ha-1), aplicadas via foliar em quatro pulverizações com intervalo semanal. Por ocasião da colheita foi realizada a classificação dos frutos e determinada a produtividade. De acordo com os resultados do experimento, determinou-se que para obter-se 95% da produção de melão, o nível adequado de Zn na planta, foi de 21 mg kg-1 para produtividade total (PT) e 29 mg kg-1 para produtividade comerciável (PCOM), estando dentro da faixa considerada ótima. Observou-se também que o nível tóxico de Zn na planta, foram de 140 mg kg-1 para produtividade total e de 145 mg kg-1 de matéria seca para a produtividade comerciável. As principais conclusões deste trabalho são: o teor adequado Zn na folha que proporcionou a máxima eficiência econômica, foi de 29 e 21 mg.kg-1; o nível tóxico de Zn na folha foi de 145 e 140 mg.kg-1.
Thesagro: Insumo
Melão.
Data Created: 2007-08-24
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CPATSA)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
OPB1351.pdf67,19 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace