Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/313312
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Florestas - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 2007
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: MORAES, M. L. T. de
MISSIO, R. F.
SILVA, A. M. da
CAMBUIM, J.
SANTOS, L. A. dos
RESENDE, M. D. V. de
Informaçães Adicionais: Mario Luiz Teixeira de Moraes, UNESP; Robson Fernando Missio, UFV; Alexandre Marques da Silva, UNESP; José Cambuim, UNESP; Luiz Antônio dos Santos, UFV; MARCOS DEON VILELA DE RESENDE, CNPF.
Título: Efeito do desbaste seletivo nas estimativas de parâmetros genéticos em progênies de Pinus caribaea Morelet var. hondurensis.
Fonte/Imprenta: Scientia Forestalis, Piracicaba, n. 74, p. 55-65, jun. 2007.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Variabilidade genética
Melhoramento florestal.
Conteúdo: O objetivo deste trabalho foi estudar o efeito do desbaste seletivo sobre as estimativas de parâmetros genéticos em progênies de Pinus caribaea var. hondurensis. O teste de progênies foi instalado em junho de 1986, seguindo delineamento em látice quadrado 10 x 10, triplo, contendo dez árvores dispostas em parcelas lineares no espaçamento de 3,0 x 3,0m. Aos 12 anos após o plantio foi realizado um desbaste, com intensidade de 40%, tendo por base o Índice Multi-efeito, aplicado ao caráter DAP, deixando-se seis árvores por parcela, em todo o experimento. A coleta de dados foi realizada em quatro situações: A (antes do desbaste), B (árvores desbastadas), C (árvores remanescentes, aos 13 anos) e D (dois anos após o desbaste). Os caracteres analisados foram: altura (ALT), diâmetro à altura do peito (DAP), volume (VOL), forma do fuste (FOR), rabo de raposa (FT) e densidade básica da madeira a 1,3m (DBM1) e na metade da altura da árvore (DBM2). O desbaste seletivo realizado dentro das progênies manteve grande parte da variabilidade genética do teste de progênies. Existe uma alta e positiva correlação genética entre os caracteres de crescimento, principalmente entre DAP e VOL, que se manteve com o desbaste. O desbaste seletivo aumentou a variabilidade genética entre as progênies para VOL e diminuiu para ALT e DAP. As estimativas de herdabilidade em nível individual tiveram um leve aumento, enquanto que em nível de médias houve uma considerável redução com a prática do desbaste seletivo. Os valores genéticos estimados das progênies tiveram considerável aumento com a prática do desbaste, o que pode facilitar na identificação de progênies superiores em futuras práticas de seleção.
Thesagro: Seleção
Teste de Progênie.
Ano de Publicação: 2007-08-30
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CNPF)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Efeitododesbasteseletivonasestimativasdeparametrosgeneticos.pdf647,68 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace