Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/339725
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Solos - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Date Issued: 2007
Type of Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Authors: BENITES, V. M.
SCHAEFER, C. E. G. R.
SIMAS, F. N. B.
SANTOS, H. G.
Additional Information: VINICIUS DE MELO BENITES, CNPS; CARLOS ERNESTO G. R. SCHAEFER, UFV; FELIPE N. B. SIMAS, UFV; HUMBERTO GONCALVES DOS SANTOS, CNPS.
Title: Soil associated with rock outcrops in the Brazilian mountain ranges Mantiqueira and Espinhaço.
Publisher: Revista Brasileira de Botânica, São Paulo, v. 30, n. 4, p. 569-577, out./dez. 2007.
Language: en
Keywords: Complexos rupestres de altitude
Neossolos litólicos
Organossolos
Description: A Serra do Espinhaço e a Serra da Mantiqueira são duas cadeias de grande importância para o Brasil. Nas partes mais altas destas serras encontramse ecossistemas com características singulares, associados aos afloramentos rochosos, denominados Complexos Rupestres de Altitude. Esses ambientes apresentam características do solo e da vegetação distintas das áreas adjacentes. Os solos são em geral rasos, arenosos, com alta saturação de alumínio e teores variados de matéria orgânica. Neossolos Litólicos, Cambissolos e Organossolos são as classes de solo dominantes, diretamente associadas aos afloramentos, formando um mosaico de solos. Alguns solos encontrados nestes ambientes são endêmicos, em função das características peculiares da rocha matriz, da topografia e da vegetação, e sua preservação é estratégica por se tratar de solos raros e ameaçados de extinção. A matéria orgânica desses solos apresenta alto grau de humificação, com grande quantidade de frações solúveis, e a presença generalizada de fragmentos de carvão. Horizontes espódicos e rios negros estão tipicamente associados às áreas de afloramento de arenito e quartzito, sendo formados pela iluviação de compostos orgânicos, e sendo menos comuns nas áreas de granito. O oligotrofismo destes solos, associado a outras limitações de ordem química e física, induzem o desenvolvimento de estratégias de adaptação fisiológica e morfológica por parte da vegetação. A maioria destes ecossistemas é instável sob a condição climática atual, e a intervenção antrópica é um fator de aceleração do processo de degradação. A descrição detalhada dos solos nestes ambientes é fundamental para um melhor entendimento do seu papel nos processos ecológicos e para o desenvolvimento de políticas de conservação.
Data Created: 2008-12-01
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CNPS)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
02.pdf793,94 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace