Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/470855
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Soja - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2008
Type of Material: Resumo em anais de congresso (ALICE)
Authors: MARQUES, C. R. G.
CRUZ, N. A.
SALVADOR, M. C.
BOIÇA JUNIOR, A. L.
FALLEIROS, A. M. F.
SILVA, S. H.
MOSCARDI, F.
HOFFMANN-CAMPO, C. B.
LEVY, S. M.
Additional Information: Camila Renata Gonçalves Marques, UEL; Norberto Aparecido Cruz, UEL; Mariana Closs Salvador, CNPSo; Arlindo Leal Boiça Junior, UNESP; Ângela Maria Ferreira Falleiros, UEL; Sérgio Henrique Silva, CNPSo; Flávio Moscardi, CNPSo; Clara Beatriz Hoffmann-Campo, CNPSo; Sheila Michele Levy, UEL.
Title: Efeitos pós ingestivos dos flavonóides rutina e genistina no intestino médio de larvas de Anticarsia gemmatalis: estudos iniciais.
Publisher: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENTOMOLOGIA, 22., 2008, Uberlândia. Ciência, tecnologia e inovação: anais. Viçosa, MG: UFV, 2008.
Language: pt_BR
Notes: Resumo 948-1.
Description: Na soja, as substâncias mais prováveis de defesa contra insetos-praga são os flavonóides; dentre estes, destacam-se a rutina (R) (quercitina 3-O-raminoglicosidio) e a isoflavona genistina (G) (genisteína, 7-O-ß-D-glicosidio). Estudos indicam o intestino médio (IM) do inseto como principal local de atuação destes compostos. O objetivo deste trabalho é avaliar a ocorrência de alterações morfológicas no IM de Anticarsia gemmatalis após ingestão destes flavonóides. Insetos provenientes da Embrapa/Soja-Londrina-PR foram alimentados em dietas artificiais contendo diferentes concentrações de "R" (R1= 0,827g; R2=1,654g), "G" (G1=0,031g; G2=0,062g), mistura das duas (R+G= 0,827g+0,031g) e dieta sem adição das substâncias. O IM de larvas de 30 instar foi processado e analisado rotineiramente ao microscópio de luz. Tanto "R" como "G" afetam o IM; no entanto, são alterações focais, ou seja, existem regiões alteradas em meio a regiões íntegras. O efeito da "R" sempre foi maior que da "G", em qualquer concentração. //As células colunares foram as mais afetadas, com vacuolização citoplasmática, ruptura da membrana apical e perda da bordadura estriada, indicando ausência de absorção. Em R2 foram detectados vazios citoplasmáticos, aumento do espaçamento intercelular e liberação do conteúdo celular para o lúmen. As células caliciformes não sofreram alterações. As células regenerativas mostraram proliferação celular atípica. A lâmina basal e a camada muscular também foram alteradas, resultando em fragmentação da parede do IM. Em larvas alimentadas com "G", as alterações foram semelhantes, porém mais brandas. O efeito aditivo de R+G foi mais intenso e detectado ao longo de quase todo epitélio. Em geral, a membrana peritrófica não foi afetada em nenhum dos tratamentos.
Thesagro: Entomologia
NAL Thesaurus: Entomology
Data Created: 2008-09-29
Appears in Collections:Resumo em anais de congresso (CNPSO)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ID28538.pdf13,71 kBAdobe PDFView/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace