Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/485558
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorSILVA, S. dapt_BR
dc.contributor.authorSOARES, A. M.pt_BR
dc.contributor.authorOLIVEIRA, L. E. M. dept_BR
dc.contributor.authorMAGALHAES, P. C.pt_BR
dc.contributor.otherPAULO CESAR MAGALHAES, CNPMS.pt_BR
dc.date.accessioned2011-04-10T11:11:11Zpt_BR
dc.date.available2011-04-10T11:11:11Zpt_BR
dc.date.created2002-09-02pt_BR
dc.date.issued2001pt_BR
dc.identifier.other13864pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/485558pt_BR
dc.descriptionAs áreas marginais de reservatórios hidrelétricas apresentam características particulares com a ocorrência de períodos de deficiência hidrica e inundações que podem limitar a cobertura vegetal com sustentabilidade. Visando a compreender as estratégias fisiológicas de gramíneas promissoras para revegetação de áreas marginais a reservatório hidrelétricos, a presente trabalho teve como objetivo avaliar características fisiológicas de três gramíneas: Echinochloa pyramidalis (canarana), Setaria anceps (setária), Paspalum paniculatum (paspalo) em resposta à deficiência hídrica. Foram realizadas avaliações de potencial hídrico foliar; eficiência fotoquímica do fotossistema II; teor de aminoácidos, amido, proteínas,açúcares solúveis totais (AST), açúcares redutores (AR), em plantas cultivadas em condições de casa-de-vegetação, submetidas a diferentes condições de oferta de água (com rega e sem rega). O potencial hídrico foliar mostrou-se sensível à baixa disponibilidade de água, atingindo valores próximos de ?3,0 MPa ao final do período experimental. Foram observadas diferenças significativas, em relação a essa característica, entre os tratamentos, ao 5 0 dia após a suspensão da rega para canarana e setária e ao 7 0 dia para o paspalo. A eficiência fotoquímica do fotossistema II não apresentou diferenças significativas entre os tratamentos, mantendo valores característicos de plantas não-estressadas. Em geral, as espécies apresentaram um aumento nos teores de AR e AST em condições de deficiência hídrica, indicando, assim, que essas espécies apresentam uma maior capacidade de suportar os danos causados por esse déficit.pt_BR
dc.description.uribitstream/item/67134/1/Respostas-fisiologicas.pdfpt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherCiência e Agrotecnologia, Lavras, v. 25, n. 1, p. 124-133, jan./fev. 2001.pt_BR
dc.relation.ispartofEmbrapa Milho e Sorgo - Artigo em periódico indexado (ALICE)pt_BR
dc.titleRespostas fisiológicas de gramíneas promissoras para revegetação ciliar de reservatórios hidrelétricos, submetidas à deficiência hídrica.pt_BR
dc.typeArtigo em periódico indexado (ALICE)pt_BR
dc.date.updated2018-06-07T11:11:11Zpt_BR
dc.subject.thesagroGramíneapt_BR
dc.subject.thesagroRevegetação.pt_BR
dc.ainfo.id485558pt_BR
dc.ainfo.lastupdate2018-06-07 -03:00:00pt_BR
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CNPMS)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Respostasfisiologicas.pdf7,1 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace