Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/490477
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorBOMFETI, C. A.pt_BR
dc.contributor.authorMEIRELLES, W. F.pt_BR
dc.contributor.authorSOUZA-PACCOLA, E. A.pt_BR
dc.contributor.authorCASELA, C. R.pt_BR
dc.contributor.authorFERREIRA, A. da S.pt_BR
dc.contributor.authorMARRIEL, I. E.pt_BR
dc.contributor.authorPACCOLA-MEIRELLES, L. D.pt_BR
dc.contributor.otherCleide Aparecida Bomfeti, Universidade Estadual de Londrina; WALTER FERNANDES MEIRELLES, CNPMS; Edneia Aparecida Souza-Paccola, Universidade Estadual de Londrina; CARLOS ROBERTO CASELA, CNPMS; ALEXANDRE DA SILVA FERREIRA, CNPMS; IVANILDO EVODIO MARRIEL, CNPMS; Luzia Doretto Paccola-Meirelles, Universidade Estadual de Londrina.pt_BR
dc.date.accessioned2011-04-10T11:11:11Zpt_BR
dc.date.available2011-04-10T11:11:11Zpt_BR
dc.date.created2007-03-22pt_BR
dc.date.issued2007pt_BR
dc.identifier.other19723pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/490477pt_BR
dc.descriptionUma bactéria identificada como Pantoea ananatis foi recentemente isolada de lesões jovens da doença mancha branca do milho de plantas naturalmente infectadas. Esta bateria reproduziu sintomas semelhantes aos da doença quando inoculada em plantas de milho em casa de vegetação. Estudos anteriores realizados por outros autores demonstraram que o controle desta doença em condições de campo foi obtido pelo uso de fungicidas, principalmente o Mancozeb, nas fases iniciais de seu desenvolvimento. O objetivo deste estudo foi avaliar a freqüência de isolamento da bactéria P. ananatis a partir de plantas infectadas coletadas na região de Londrina, Estado do Paraná, e reproduzir sintomas da doença através de inoculações artificiais em plantas de milho em casa de vegetação. Utilizando os produtos químicos testados anteriormente por outros autores para o controle desta doença a campo, foi também objetivo deste trabalho avaliar o potencial destes produtos na inibição da bactéria tanto em condições de laboratório como em condições de infecção natural. Os resultados mostraram que P. ananatis foi isolada em 40% das lesões jovens coletadas a campo e quando inoculada em casa de vegetação sob condições controladas reproduziu sintomas semelhantes aos observados a campo. Entre os produtos químicos testados, o fungicida Mancozeb mostrou-se eficiente no controle da doença a campo, em concordância com os relatos anteriores. Este produto inibiu completamente o crescimento da bactéria em laboratório, explicando os resultados obtidos a campo. Os demais produtos não foram eficientes no controle a campo e eles também não inibiram a bactéria em laboratório. Estes resultados representam evidências adicionais de que a bactéria P. ananatis é o agente causal da doença mancha branca do milho.pt_BR
dc.description.uribitstream/item/32280/1/Avaliacao-produtos.pdfpt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherSumma Phytopathologica, Botucatu, v. 33, n. 1, p. 63-67, 2007.pt_BR
dc.relation.ispartofEmbrapa Milho e Sorgo - Artigo em periódico indexado (ALICE)pt_BR
dc.subjectErwinia ananaspt_BR
dc.subjectFungicidas.pt_BR
dc.titleAvaliação de produtos químicos comerciais, in vitro e in vivo, no controle da doença foliar, mancha branca do milho, causada por Pantoea ananatis.pt_BR
dc.typeArtigo em periódico indexado (ALICE)pt_BR
dc.date.updated2018-05-25T11:11:11Zpt_BR
dc.subject.thesagroControle Químicopt_BR
dc.subject.thesagroMancha Foliar.pt_BR
dc.subject.nalthesaurusPhaeosphaeria.pt_BR
dc.ainfo.id490477pt_BR
dc.ainfo.lastupdate2018-05-25 -03:00:00pt_BR
dc.identifier.doi10.1590/S0100-54052007000100009pt_BR
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CNPMS)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Avaliacaoprodutos.pdf192.11 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace