Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/543966
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Uva e Vinho - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Date Issued: 2009
Type of Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Authors: BOTTON, M.
ARIOLI, C. J.
RINGENBERG, R.
MORANDI FILHO, W. J.
Additional Information: MARCOS BOTTON, CNPUV; Cristiano João Arioli, Isca Tecnologias; Rudiney Rindenberg, ESALQ/USP; Wilson José Morandi Filho, CNPUV (bolsista).
Title: Controle químico de Bonagota Salubricola (Meyrick, 1937) (Lepidoptera: Tortricidae) em laboratório e pomar de macieira.
Publisher: Arquivos do Instituto Biológico, São Paulo, v. 76, n. 2, p. 225-231, abr./jun. 2009.
Language: pt_BR
Keywords: Lagarta-enroladeira
Description: A lagarta-enroladeira Bonagota salubricola é considerada uma das principais pragas da macieira no Brasil. Para o controle do inseto, tem sido empregado o inseticida clorpirifós-etil, porém, o produto encontra restrições de uso, principalmente devido à toxicidade e a efeitos secundários sobre inimigos naturais. Com o objetivo de avaliar novos inseticidas que possam ser empregados no controle da lagarta-enroladeira, foram conduzidos experimentos de laboratório e em pomar comercial. Os inseticidas avaliados foram spinosad (Tracer 480 SC, 20 e 25 mL/100 L), metoxifenozide (Intrepid 240 SC, 40 e 60 mL/100 L), benzoato de emamectina (Proclaim 5 SG, 10 e 15 g/100 L) associado ao espalhante adesivo AgBem 250 mL/100 L e etofenproxi (Trebon 100 SC, 100 e 150 mL/ 100 L). Para comparação, foi utilizado o clorpirifós-etil (Lorsban 480 CE, 150 mL/100 L) e uma testemunha. Em laboratório, os inseticidas foram aplicados sobre posturas do inseto (com até 48 horas) e em folhas de maçãs, com posterior infestação de lagartas. Nenhum inseticida apresentou efeito sobre posturas da espécie. Os inseticidas benzoato de emamectina (0,5 e 0,75 g/100 L), clorpirifós-etil (75 g/100 L), metoxifenozide (14,4 g/100 L) e spinosad (12 g/100 L) provocaram mortalidade de lagartas superior a 90%, 96 horas após a aplicação. O etofenproxi não apresentou mortalidade significativa. Em pomar comercial, o dano nos frutos foi significativamente reduzido por todos os inseticidas, sendo que os produtos benzoato de emamectina (0,5 e 0,75 g/100 L) e metoxifenozide (14,4 g/100 L) apresentaram resultado equivalente ao inseticida clorpirifós-etil (75 g/100 L), reduzindo a porcentagem de frutos danificados em 85%. O inseticida spinosad (12g/100 L) e o etofenproxi (10 e 15 g/100 L) reduziram os danos em 75,6 e 45%, respectivamente. Os inseticidas benzoato de emamectina e metoxifenozide são alternativas ao uso do clorpirifós-etil no controle da lagarta-enroladeira na cultura da macieira.
Thesagro: Controle Químico
Fruticultura
Maçã
Praga de Planta
Data Created: 2009-06-23
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CNPUV)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
controlequimicodebonagota.pdf195,9 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace