Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/568065
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Cerrados - Tese/dissertação (ALICE)
Issue Date: 2004
Type of Material: Tese/dissertação (ALICE)
Authors: COSTA, A. M.
Title: Uso de marcadores RAPD e do sistema de informação geográfica no estudo da variabilidade genética e ecológica de Stylosanthes macrocephala M. B. Ferr. et S. Costa.
Publisher: 2004.
Pages: 79 f.
Language: pt_BR
Notes: Dissertação (Mestrado) - Universidade Católica de Brasília, Brasília.
Keywords: RAPD
Stilosante
Feed legumes.
Description: As espécies do gênero Stylosanthes Sw. vêm sendo utilizadas em muitos países na recuperação de áreas degradadas, na adubação verde e na alimentação animal. A. S. macrocephala M. B. Ferr. et. S Costa tem despertado o interesse de pesquisadores que realizam trabalhos de conservação e melhoramento genético devido ao seu potencial produtivo, resistência a seca e a antracnose, e grande produção de semente a falta de descritores morfológicos e agronômicos estáveis e de informações ecogeograficas dos locais de coleta dos acessos tem a caracterização, o estudo da variabilidade genética, e cosequentemente a utilização dos mesmos em programas de melhoramento genético. Com o objetivo de reduzir tais dificuldades, neste trabalho foram obtidos os descritores ecológicos e realizadas a caracterização molecular e analise da variabilidade genética de 87 acessos de S. macrocephala do Banco de Germoplasma da Embrapa Cerrados. Os descritores ecológicos foram obtidos através da sobreposição dos pontos de coleta de cada acesso com os dados fornecidos pelo sistema de informação geográfica (SIG). A caracterização molecular e a analise da variabilidade genética foram realizadas por meio de marcadores moleculares do tipo RAPD (Random Amplified Polimorfic DNA) gerados por 15 primeiros decameros. Com base nestes marcadores, foram determinadas as distancias entre os acessos através do complemento do coeficiente de similaridade de Nei & Li (1979). Analise de agrupamento dos acessos foi feita com base nas distancias genéticas utilizando- se como critério o método UPGMA (Unweigted pairgroup arithimetic average). Verificou- se que os acessos foram coletados em locais com diferentes características ecogeograficas, abrangendo sete Estados, cinco bacias hidrográficas, sete tipos de vegetação e sete tipos de solos. As altitudes dos locais de coleta variaram de 1 a 1298m e a pluviometria anual media variou de 550 a mais de 1900mm. Esta diversidade de ambientes refletiu em diferentes descritores ecológicos, sugerindo alta diversidade adaptativa do banco. Com base em 161 marcadores RAPD verificou-se altas distancias genéticas entre os acessos, na faixa de 0,02 a 0, 42. Com base nas distancias genéticas, os acessos foram agrupados em 10 grupos. Observou- se uma tendência de separação dos grupos por bacias hidrográficas, sendo que no quadrilátero, Barreiras Ourolândia, Tanhaçus, Caetite, foram coletados acessos de 7 dos 10 grupos observados. A alta variabilidades genética da colecao dos acessos de S. macrocephala encontrada neste trabalho mostra a importância desta coleção para futuros trabalhos de caracterização agronômica e melhoramento genético
Thesagro: Biotecnologia
Leguminosa Forrageira
Marcador Molecular
Melhoramento Genético Vegetal
Variação Genética.
NAL Thesaurus: genetic variation
biotechnology
genetic markers
geographic information systems
plant breeding.
Year: 2004-12-14
Appears in Collections:Tese/dissertação (CPAC)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
costa01.pdf3,23 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace