Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/574350
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorCOSTA, A. M. dapt_BR
dc.contributor.authorNETO, M. M. G.pt_BR
dc.contributor.authorVASCONCELOS, F. V. dept_BR
dc.contributor.authorUBA, M. A.pt_BR
dc.contributor.authorCRUZ, J. C.pt_BR
dc.contributor.authorALVARENGA, R. C.pt_BR
dc.contributor.otherAdriana Monteiro da Costa, FAPEMIG; MIGUEL MARQUES GONTIJO NETO, CNPMS; Fátima Vilaça de Vasconcelos, FEAD; Mariana Arão Uba, FEAD; JOSE CARLOS CRUZ, CNPMS; RAMON COSTA ALVARENGA, CNPMS.pt_BR
dc.date.accessioned2011-04-10T11:11:11Zpt_BR
dc.date.accessioned2011-04-10T11:11:11Zpt_BR
dc.date.available2011-04-10T11:11:11Zpt_BR
dc.date.available2011-04-10T11:11:11Zpt_BR
dc.date.created2009-11-09pt_BR
dc.date.issued2009pt_BR
dc.identifier.other22036pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/574350pt_BR
dc.descriptionO objetivo deste trabalho foi avaliar produção de forragem e características morfológicas de pastagens de Brachiaria Xaraés em plantios solteiros e consorciado com milho. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso, com dois tratamentos e dois blocos com sete repetições em cada bloco. Os tratamentos foram Brachiaria Xaraés em plantio solteiro e Brachiaria Xaraés consorciada com híbrido BRS 1030, em sistema de plantio direto. Estimou-se a massa de forragem, cortando a 20 cm do solo 4 amostras de 1m2, em cada parcela experimental, que foram divididas em duas subamostras, sendo uma secada e pesada, e outra separada em lâmina foliar, colmo (bainha e colmo) e material morto. Os resultados foram expressos em Massa de Matéria Seca (MMS), relação folha/colmo (F/Co) e a proporção de cada componente morfológico foi expressa como percentagem do peso total. Os resultados foram avaliados por meio da análise de variância e as médias comparadas pelo teste de Tukey a nível de 5% de probabilidade. A massa de forragem da cultivar Xaraés foi superior quando do cultivo solteiro. Houve uma redução de 57,5% na produção de forragem quando em plantio consorciado com milho. No plantio consorciado obteve-se uma produção de milho de 5,754 kg ha-1. Não houve diferença estatística entre os tratamentos para as percentagens de lâmina foliar, material morto e relação folha/colmo. A pastagem apresentou uma elevada percentagem de colmos e material morto para ambos tratamentos.pt_BR
dc.description.uribitstream/item/59835/1/Producao-forragem-3.pdfpt_BR
dc.format1 CD-ROM.pt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherIn: CONGRESSO DE FORRAGICULTURA E PASTAGENS, 3., 2009, Lavras. Anais... Lavras: UFLA, 2009.pt_BR
dc.relation.ispartofEmbrapa Milho e Sorgo - Artigo em anais de congresso (ALICE)pt_BR
dc.titleProdução de forragem e características morfológicas de pastagens de Brachiaria Xaraés sob plantio solteiro e consorciado.pt_BR
dc.typeArtigo em anais de congresso (ALICE)pt_BR
dc.date.updated2018-07-13T11:11:11Zpt_BR
dc.subject.thesagroPastagem.pt_BR
dc.ainfo.id574350pt_BR
dc.ainfo.lastupdate2018-07-13 -03:00:00pt_BR
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CNPMS)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Producaoforragem3.pdf2,52 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace