Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/658225
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Amazônia Oriental - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Date Issued: 2009
Type of Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Authors: ALVES, R. M.
RESENDE, M. D. V. de
BANDEIRA, B. dos S.
PINHEIRO, T. M.
FARIAS, D. C. R.
Additional Information: RAFAEL MOYSES ALVES, CPATU; MARCOS DEON VILELA DE RESENDE, CNPF; BRUNA DOS SANTOS BANDEIRA, UFRA; THIAGO MARTINS PINHEIRO, GRADUANDO UFRA; DANIELA CRISTINA RAIOL FARIAS, GRADUANDA UFRA.
Title: Evolução da vassoura-de-bruxa e avaliação da resistência em progênies de cupuaçuzeiro.
Publisher: Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal, v. 31, n. 4, p. 1022-1032, dez. 2009.
Language: pt_BR
Keywords: Vassoura-de-bruxa.
Description: Com o objetivo de conhecer a evolução da doença vassoura-de-bruxa, a taxa de segregação e estimar parâmetros genéticos, foi conduzido um experimento com 21 progênies de irmãos completos de cupuaçuzeiro, instalado em Belém, Pará. As progênies foram obtidas pelo cruzamento controlado de clones resistentes com clones resistentes, clones resistentes com clones suscetíveis e, clones suscetíveis com clones suscetíveis. Foram avaliadas também três progênies de meios-irmãos como testemunhas. Os experimentos foram avaliados ao nível de indivíduos, e as análises foram conduzidas via metodologia de modelos lineares mistos (procedimento REMl/BlUP), como delineamento em blocos incompletos desbalanceados, com tratamentos comuns entre dois experimentos. As variáveis avaliadas foram: percentagem de plantas resistentes ao ataque da doença no ramo, inflorescência, fruto imaturo e maduro, no período de 2002 a 2007. Os resultados mostraram que a emissão de vassoura vegetativa é especialmente importante entre julho e setembro. A evolução da doença evidencia que as podas fitossanitárias devem ser realizadas no final da safra, nos meses de maio/junho, e repassadas em setembro/outubro. A população estudada oferece excelente possibilidade de seleção e ganho genético, respaldada pelos elevados índices de variabilidade genética e herdabilidade dos caracteres de resistência. As progênies segregaram tanto para os sintomas de vassoura nos ramos, nas inflorescências, como nos frutos imaturos e maduros. Para o controle integrado desta doença, os resultados mostram a importância da associação de materiais genéticos resistentes ou moderadamente resistentes à vassoura-de-bruxa com as podas fitossanitárias.
Thesagro: Cupuaçu
Doença
Segregação.
Resistência
Data Created: 2010-02-19
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CPATU)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
v31n4a15.pdf401,09 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace