Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/658958
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorBITTENCOURT, P. C. S.pt_BR
dc.contributor.authorVEIGA, J. B. dapt_BR
dc.contributor.authorCAMARÃO, A. P.pt_BR
dc.contributor.authorRODRIGUES FILHO, J. A.pt_BR
dc.contributor.authorAZEVEDO, G. P. C. dept_BR
dc.contributor.otherPAULO CELSO SANTIAGO BITTENCOURT, PROJETO TIPITAMBA; JONAS BASTOS DA VEIGA, UFRA/IDESP; ARI PINHEIRO CAMARÃO, UFPA; JOSE ADERITO RODRIGUES FILHO, CPATU; GUILHERME PANTOJA CALANDRINI DE AZEVEDO, CPATU.pt_BR
dc.date.accessioned2011-04-10T11:11:11Zpt_BR
dc.date.available2011-04-10T11:11:11Zpt_BR
dc.date.created2010-02-26pt_BR
dc.date.issued2009pt_BR
dc.identifier.other42786pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/658958pt_BR
dc.descriptionNa Amazônia, a prática de corte-e-trituração da capoeira, que prescinde do uso do fogo, apresenta a vantagem de enriquecer o solo com matéria orgânica. Avaliou-se o corte-e-trituração da capoeira como alternativa ao corte-e-queima, na utilização de pastagem em Igarapé-Açu, PA. Os métodos foram implantados em dois talhões iguais de uma capoeira de 12 anos. No corte-e-trituração, foi utilizada a máquina AHWI FM 600. O delineamento foi de blocos casualizados, com dois tipos de pastagens: BQ = braquiarão ( Brachiaria brizantha cv. Marandu) + quicuio-da-amazônia ( B. humidicola) e BQA = braquiarão + quicuio-da-amazônia + arachis ( Arachis pinto cv. Amarillo). Três grupos de dois novilhos pastejaram as parcelas, um grupo, as três repetições da pastagem BQ e dois grupos, as seis repetições da pastagem BQA, em pastejo rotacionado de 18 dias de ocupação e 36 de descanso. A pastagem foi avaliada a cada 36 dias e os animais, pesados a cada 54 dias. A taxa de lotação utilizada foi de 1,2 a 2,2 Unidade Animal por hectare. A vantagem do corte-e-trituração sobre o corte-e-queima ocorreu na redução do crescimento da juquira, favorecendo o aumento da massa de forragem e a elevação do nível nutricional da pastagem, possivelmente devido ao efeito da matéria orgânica no solo. A melhoria do ganho de peso por animal foi apenas nos dois primeiros anos. Concluiu-se que o corte-e-trituração da capoeira substitui satisfatoriamente o corte-e-queima na exploração de pastagem em Igarapé-Açu, PA. Em termos de ganho de peso por animal, a vantagem do corte-e-trituração foi até o segundo ano de utilização da pastagem. Mas o potencial de adoção da prática de corte-e-trituração nos sistemas de produção animal da região vai depender de uma criteriosa avaliação econômica.pt_BR
dc.description.uribitstream/item/30476/1/AvaliacaoCorteTrituracao.pdfpt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherAmazônia: Ciência & Desenvolvimento, Belém, PA, v. 4, n. 8, p. 43-49, jan./jun. 2009.pt_BR
dc.relation.ispartofEmbrapa Amazônia Oriental - Artigo em periódico indexado (ALICE)pt_BR
dc.titleAvaliação do corte-e-trituração da capoeira na utilização de pastagens em Igarapé-Açu, estado do Pará.pt_BR
dc.typeArtigo em periódico indexado (ALICE)pt_BR
dc.date.updated2013-04-29T11:11:11Zpt_BR
dc.subject.thesagroCapoeirapt_BR
dc.subject.thesagroFogopt_BR
dc.subject.thesagroPastagempt_BR
dc.subject.thesagroProdução Animal.pt_BR
dc.subject.nalthesaurusAmazonia.pt_BR
dc.ainfo.id658958pt_BR
dc.ainfo.lastupdate2013-04-29pt_BR
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CPATU)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AvaliacaoCorteTrituracao.pdf204,4 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace