Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/658973
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Amazônia Oriental - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Date Issued: 2009
Type of Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Authors: MORAES JUNIOR, R. J.
GARCIA, A. R.
SANTOS, N. de F. A. dos
NAHUM, B. de S.
ARAUJO, C. V. de
Additional Information: RAIMUNDO JOSE MORAES JUNIOR, MESTRANDO UFPA/EMBRAPA/UFRA; ALEXANDRE ROSSETTO GARCIA, CPATU; NUBIA DE FATIMA ALVES DOS SANTOS, DOUTORANDA UFRA/EMBRAPA; BENJAMIM DE SOUZA NAHUM, CPATU; CLAUDIO VIEIRA DE ARAUJO, UFRA.
Title: Efeito de sistemas silvipastoris no conforto térmico e nos índices zootécnicos de bezerros bubalinos criados na Amazônia Oriental.
Publisher: Amazônia: Ciência & Desenvolvimento, Belém, PA, v. 4, n. 8, p. 127-139, jan./jun. 2009.
Language: pt_BR
Keywords: Bubalino
Morfometria.
Description: Sistemas silvipastoris são alternativas para promover o conforto animal e elevar os índices produtivos, principalmente em regiões de clima tropical, como a Amazônia, onde o estresse térmico é constante. O presente trabalho teve como objetivo propor uma metodologia para criação de bezerros bubalinos em sistema silvipastoril na Amazônia Oriental, a qual seja capaz de conferir conforto térmico aos animais e favorecer seu crescimento e desempenho ponderal. O experimento foi realizado na Embrapa Amazônia Oriental, em Belém?PA, região de tipo climático Afi, em dois períodos do ano: período menos chuvoso (abril a set./2007) e período mais chuvoso, (out./2007 a março/2008). Os bezerros foram inseridos no Sistema Silvipastoril 1 (SSP1; n=10), com área de sombreamento útil nas pastagens, ou no Sistema Silvipastoril 2 (SSP2; n=9), com pouco sombreamento e lago para banho. Foram aferidas as variáveis fisiológicas e os dados morfométricos, e calculados o índice de temperatura e umidade (ITU) e o índice de conforto de Benezra (ICB), para os dois SSPs nos dois períodos do ano, os quais foram comparados pelo Teste F (P<0,05). O ITU mostrou ?nível de alerta? durante os dois períodos experimentais (Período 1: 78,9±3,7 e Período 2: 77,5±3,5). A frequência respiratória ficou acima dos níveis considerados normais, com amplitude de 32,2±9,2 a 56,5±19,0 mov/min. A temperatura retal (38,3±0,26 a 39,3±0,38 °C) e a frequência cardíaca (64,6±15,2 a 76,6±13,9 bat/ min) estiveram dentro dos padrões normais para bubalinos. A temperatura da pele ficou entre 23,6±8,3 e 31,7±5,4 °C. Os ICBs no SSP1 estiveram entre 2,46±0,33 a 3,31±0,62 e no SSP2 estiveram entre 2,42±0,30 a 3,45±0,66 (P>0,05). O ganho de peso dos bezerros nos dois sistemas silvipastoris estudados foi considerado excelente (0,917±0,4 a 1,052±0,5 kg/dia), bem como o desenvolvimento ponderal, considerados bem superiores à média encontrada para búfalos.
Thesagro: Búfalo
Ganho de Peso.
Data Created: 2010-02-26
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CPATU)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EfeitosSistemasSil.pdf596,45 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace