Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/660449
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorKATIKI, L. M.pt_BR
dc.contributor.authorAMARANTE, A. F. T.pt_BR
dc.contributor.authorCHAGAS, A. C. de S.pt_BR
dc.contributor.authorETECHEBERE, M.pt_BR
dc.contributor.otherLUCIANA M. KATIKI, APTA/NOVA ODESSA; ALESSANDRO F. T. AMARANTE, UNESP-BOTUCATU; ANA CAROLINA DE SOUZA CHAGAS, CPPSE; MAURICIO ETECHEBERE, MÉDICO VETERINÁRIO AUTÔNOMO.pt_BR
dc.date.accessioned2011-07-22T01:07:00Z-
dc.date.available2011-07-22T01:07:00Z-
dc.date.created2010-03-09pt_BR
dc.date.issued2009pt_BR
dc.identifier.other19071pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/660449pt_BR
dc.descriptionOitenta ratos Wistar com cerca de cem gramas foram infectados artificialmente por via subcutânea com 2.000 L3 de Strongyloides venezuelensis. Após uma semana o OPG elevado confirmou a infecção por estágios adultos. Os animais foram divididos em 8 grupos homogêneos de 10 animais: grupos controle positivo, controle negativo, menta 1,5µl/g, menta 2,3 µl/g, lemongrass1,5µl/g, lemongrass 2,3 µl/g, palmarosa 1,5µl/g, palmarosa 2,3 µl/g. Os grupos receberam solução contendo o óleo essencial nas proporções mencionadas diluído em sorbitol qsp 1ml, uma vez ao dia durante três dias. O grupo controle positivo recebeu sorbitol e o negativo recebeu albendazol 10 mg/kg. Os animais foram submetidos a jejum prévio de oito horas e por três horas após administração dos produtos. O OPG foi realizado todos os dias durante cinco dias. Ao final do experimento todos os animais foram eutanasiados e tiveram o intestino delgado separados para proceder a recuperação dos parasitas para quantificação. Animais que receberam albendazol tiveram 100% de redução do OPG e de parasitas adultos. Os grupos que receberam óleos essenciais nas diversas concentrações não apresentaram diferenças no valor de OPG e de contagem dos parasitas adultos quando comparados ao grupo controle. Concluímos que os óleos essenciais não foram eficientes para a redução da infecção parasitária por Strongyloides venezuelensis em ratos Wistar.pt_BR
dc.description.uribitstream/item/38107/1/PROCI-2009.00345.pdfpt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherIn: REUNIÃO ANUAL DO INSTITUTO BIOLÓGICO , 22., 2009, São Paulo. Anais... São Paulo: Instituto Biológico, 2009pt_BR
dc.relation.ispartofEmbrapa Pecuária Sudeste - Resumo em anais de congresso (ALICE)pt_BR
dc.subjectCymbopogon schoenanthus.pt_BR
dc.titleAvaliação de Mentha piperita, Cymbopogon martinii e Cymbopogon schoenanthus sobre ratos Wistar infectados artificialmente com Strongyloides venezuelensis.pt_BR
dc.typeResumo em anais de congresso (ALICE)pt_BR
dc.date.updated2011-07-22T01:07:00Zpt_BR
dc.subject.thesagroMentha piperita.pt_BR
dc.subject.nalthesaurusCymbopogon martinii.pt_BR
dc.ainfo.id660449pt_BR
dc.ainfo.lastupdate2011-07-21pt_BR
Appears in Collections:Resumo em anais de congresso (CPPSE)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PROCI2009.00345.pdf83,26 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace