Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/856908
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorOLIVEIRA, L. S.pt_BR
dc.contributor.authorPEREIRA, L. G. R.pt_BR
dc.contributor.authorAZEVEDO, J. A. G.pt_BR
dc.contributor.authorPEDREIRA, M. dos S.pt_BR
dc.contributor.authorLOURES, D. R. S.pt_BR
dc.contributor.authorBOMFIM, M. A. D.pt_BR
dc.contributor.authorBARREIROS, D. C.pt_BR
dc.contributor.authorBRITO, R. L. L. dept_BR
dc.date.accessioned2011-04-10T11:11:11Zpt_BR
dc.date.accessioned2011-04-10T11:11:11Zpt_BR
dc.date.available2011-04-10T11:11:11Zpt_BR
dc.date.available2011-04-10T11:11:11Zpt_BR
dc.date.created2010-07-06pt_BR
dc.date.issued2010pt_BR
dc.identifier.citationRevista Brasileira de Saúde e Produção Animal, v. 11, n. 2, p. 426-439, abr./jun. 2010.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/856908pt_BR
dc.descriptionObjetivou-se com este trabalho avaliar a dinâmica de fermentação, a composição química e a digestibilidade in vitro da matéria seca (DIVMS) das silagens do coproduto da pupunha. Os tratamentos constituíram-se no coproduto da pupunha: in natura, emurchecido, com 10% de farelo de mandioca, com 10% de fubá de milho, com 10% de torta de dendê e com 1% de uréia. Os silos experimentais foram abertos com 1; 3; 5; 7; 14; 28 e 56 dias. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado em esquema fatorial 6 x 7 (tratamentos e períodos de fermentação) com duas repetições. O pH variou de 3,78 a 3,93. As silagens com farelo de mandioca ou fubá de milho apresentaram menores concentrações de fibra detergente neutro, fibra detergente ácido, celulose e lignina. Houve redução nos teores de matéria seca no decorrer da abertura dos silos. O teor de proteína bruta da silagem com uréia foi superior. A adição de farelo de mandioca ou fubá de milho aumentou a DIVMS. As silagens apresentaram valores adequados de nitrogênio amoniacal. O coproduto da extração do palmito da pupunha apresenta potencial de conservação na forma de silagem, e a adição de farelo de mandioca melhora o seu valor nutritivo.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsopenAccesspt_BR
dc.subjectCoprodutopt_BR
dc.titleCaracterização nutricional de silagens do coproduto da pupunha.pt_BR
dc.typeArtigo de periódicopt_BR
dc.date.updated2019-09-23T11:11:11Zpt_BR
dc.subject.thesagroNutrição animalpt_BR
dc.subject.thesagroDigestibilidadept_BR
dc.subject.thesagroRuminantept_BR
dc.subject.thesagroPupunhapt_BR
dc.subject.thesagroBactris gasipaespt_BR
dc.subject.thesagroComposição químicapt_BR
dc.subject.thesagroSilagempt_BR
riaa.ainfo.id856908pt_BR
riaa.ainfo.lastupdate2019-09-23 -03:00:00pt_BR
dc.contributor.institutionLEANDRO SILVA OLIVEIRA, CNPC; LUIZ GUSTAVO RIBEIRO PEREIRA, CNPGL; José Augusto Gomes Azevedo, Universidade Estadual de Santa Cruz, Ilhéus, BA; Márcio dos Santos Pedreira, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, Itapetinga, BA; Daniele Rebouças Santana Loures, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, Cruz das Almas, BA; MARCO AURELIO DELMONDES BOMFIM, CNPC; Diego Cabral Barreiros, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, Itapetinga, BA; Roberta Lomonte Lemos de Brito.pt_BR
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CNPC)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
APICaracterizacaonutricional.pdf107,97 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace