Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/860760
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorNASCIMENTO, E. R. P.pt_BR
dc.contributor.authorSANO, E. E.pt_BR
dc.date.accessioned2011-04-10T11:11:11Zpt_BR
dc.date.available2011-04-10T11:11:11Zpt_BR
dc.date.created2010-08-24pt_BR
dc.date.issued2010pt_BR
dc.identifier.citationSociedade & Natureza, Uberlância, v. 22, n. 1, p. 93-106, abr. 2010.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/860760pt_BR
dc.descriptionO Cerrado Rupestre corresponde a uma formação savânica do bioma Cerrado, ocorre em relevos acidentados e em meio a afloramentos rochosos, apresenta elevada biodiversidade e várias espécies endêmicas e funciona como barreira para a expansão agrícola. No estado de Goiás, ocorrências expressivas dessa fitofisionomia são encontradas no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros (PNCV). O objetivo deste estudo foi desenvolver uma nova abordagem metodológica para discriminar Cerrado Rupestre do PNCV com base em imagens multitemporais do satélite Landsat. Sete cenas do referido satélite foram convertidas para reflectância de superfície terrestre com suporte do algoritmo de correção atmosférica denominado FLAASH (Fast Line-of-Sight Atmospheric Analysis of Spectral Hypercubes). Em seguida, os valores de reflectância de cada cena foram somados e as imagens resultantes foram processadas por meio da técnica de segmentação de imagens por crescimento de regiões. Os segmentos foram exportados para o formato shape e os polígonos correspondentes ao Cerrado Rupestre foram identiÞ cados por meio de análise visual na tela do computador da composição colorida falsa-cor das bandas 3, 4 e 5. Foram mapeados 24.451 hectares de Cerrado Rupestre, o que corresponde a 37% da área do parque. A exatidão global do mapeamento foi de 85%. Como continuação desta linha de pesquisa, recomenda-se a inclusão de um número maior de cenas, principalmente da estação chuvosa, a integração dos dados de sensoriamento remoto com modelos digitais de elevação e a análise sinergística entre os sensores ETM+ e TM do Landsat com calibração cruzada.pt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsopenAccesspt_BR
dc.subjectCorreção atmosféricapt_BR
dc.subjectReflectânciapt_BR
dc.subjectSegmentação de imagenspt_BR
dc.subjectCerrado rupestrept_BR
dc.subjectAtmospheric correctionpt_BR
dc.subjectImage segmentationpt_BR
dc.subjectSavanna.pt_BR
dc.titleIdentificação de cerrado rupestre por meio de imagens multitemporais do landsat: proposta metodológica.pt_BR
dc.typeSeparataspt_BR
dc.date.updated2013-08-29T11:11:11Zpt_BR
dc.subject.thesagroCerradopt_BR
dc.subject.thesagroSatélitept_BR
dc.subject.thesagroSensoriamento Remoto.pt_BR
dc.subject.nalthesaurusreflectancept_BR
dc.subject.nalthesaurusremote sensing.pt_BR
dc.contributor.institutionERIKA REGINA PRADO NASCIMENTO, UnB; EDSON EYJI SANO, CPAC.pt_BR
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CPAC)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
nascimentoerp012010.pdf1,94 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace