Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/876172
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorAGUIAR, R. A. dept_BR
dc.contributor.authorMOREIRA, J. A. A.pt_BR
dc.contributor.authorSTONE, L. F.pt_BR
dc.contributor.authorBERNARDES, T. G.pt_BR
dc.contributor.authorJESUS, R. P. dept_BR
dc.contributor.otherRENATA ALVES DE AGUIAR, UFG; JOSE ALOISIO ALVES MOREIRA, CNPAF; LUIS FERNANDO STONE, CNPAF; TATIELY GOMES BERNARDES, UFG; ROBERTA PAULA DE JESUS, UFG.pt_BR
dc.date.accessioned2012-03-07T01:02:42Z-
dc.date.available2012-03-07T01:02:42Z-
dc.date.created2011-02-08pt_BR
dc.date.issued2010pt_BR
dc.identifier.other23389pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/876172pt_BR
dc.descriptionO presente trabalho teve como objetivo avaliar o efeito de diferentes plantas de cobertura de solo sobre os atributos físicos de um Latossolo Vermelho distrófico, em sistema de produção orgânico, com preparo convencional. O trabalho foi conduzido, por dois anos, na área experimental da Embrapa Arroz e Feijão, em Santo Antônio de Goiás, GO, em um sistema de sucessão de plantas de cobertura-arroz, no qual as plantas de cobertura eram semeadas no outono/inverno e a cultura subsequente, o arroz, cultivar Aimoré, semeada no verão. Foram utilizadas as seguintes plantas de cobertura: mucuna preta (Mucuna aterrima), crotalária (Crotalaria juncea), guandu-anão (Cajanus cajan), sorgo vassoura (Sorghum technicum) e pousio com vegetação espontânea. O delineamento experimental foi de blocos ao acaso, com quatro repetições. Foram coletadas, no segundo ano de experimentação (2005), amostras de solo, nas parcelas e em mata próxima, nas profundidades de 0,00-0,10 m; 0,10-0,20 m; e 0,20-0,30 m, para determinação do teor de matéria orgânica (MO), atributos físicos, índice S e estado de agregação do solo. O manejo das plantas de cobertura de solo foi efetuado por ocasião do florescimento. A biomassa foi incorporada ao perfil por meio de aração. Para a porosidade total, microporosidade e densidade do solo, não foram observadas diferenças significativas entre as profundidades, para as diferentes plantas de cobertura do solo. Para o índice S, observou-se, para todos os tratamentos, na camada 0-10 m de profundidade, valores entre 0,020 e 0,035, que caracterizam solos com qualidade física intermediária. A porcentagem de agregados com diâmetro maior que 2 mm e o diâmetro médio ponderado dos agregados foram maiores, independentemente de cobertura de solo, na camada 0,10-0,20 m de profundidade. Também, independentemente da cobertura de solo, o conteúdo de matéria orgânica decresceu com a profundidade do solo.pt_BR
dc.description.uribitstream/item/26583/1/Jose-Aloisio.pdfpt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherPesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 40, n. 2, p. 142-149, abr./jun. 2010.pt_BR
dc.relation.ispartofEmbrapa Milho e Sorgo - Artigo em periódico indexado (ALICE)pt_BR
dc.rightsopenAccesspt_BR
dc.titleSustentabilidade de sistemas orgânicos com plantas de cobertura na cultura do arroz, por meio de alterações físicas do solo.pt_BR
dc.typeArtigo em periódico indexado (ALICE)pt_BR
dc.date.updated2017-09-29T11:11:11Zpt_BR
dc.subject.thesagroArrozpt_BR
dc.subject.thesagroOryza sativapt_BR
dc.subject.thesagroPlanta de coberturapt_BR
dc.subject.thesagroManejo do solopt_BR
dc.subject.thesagroPorosidadept_BR
dc.ainfo.id876172pt_BR
dc.ainfo.lastupdate2017-09-29 -03:00:00pt_BR
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CNPMS)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JoseAloisio.pdf401,68 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace