Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/876809
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Pantanal - Tese/dissertação (ALICE)
Issue Date: 2010
Type of Material: Tese/dissertação (ALICE)
Authors: SANDOVAL- CAÑAS, L. F.
Additional Information: LUIS FERNANDO SANDOVAL CANÃS.
Title: Uso do espaço e atividade de Tapirus terrestris em uma área do Pantanal Sul.
Publisher: Dissertação (Mestrado em Ecologia e Conservação) - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Campo Grande, 2010.
Pages: 61 f.
Language: pt_BR
Notes: Orientação: Dr. Guilherme de Miranda Mourão.
Description: Tapirus terrestris é um dos maiores mamíferos do Neotropico, distribui-se desde Venezuela até Argentina. Esta espécie tem sido estudada em vários dos seus aspectos ecológicos e populacionais, porém, levando em conta sua ampla distribuição, estudos sobre sua área de vida nos diferentes ecossistemas onde ocorre, são ainda limitados. Foi estudado o uso do espaço de três antas na fazenda Nhumirim, Pantanal Sul, Brasil. Duas fêmeas adultas e um macho sub-adulto foram capturados e equipados com colares de telemetria VHF desde julho até novembro de 2009. Foram capturadas duas antas por perseguição e dardejamento e uma usando laço e cavalo. Monitorei as antas por rádio-telemetria, usando um quadriciclo, em diferentes períodos: 07:00-13:00, 13:00-19:00, 19:00-01:00 e de 01:00- 07:00. Cada período foi realizado num dia diferente, ou seja, após quatro dias completei um período circadiano para cada animal. No total obtive 249 localizações das antas, com uma média de quatro pontos/dia. Uma das fêmeas adultas morreu em agosto, apenas 21 dias após a captura e é provável que em conseqüência dela. A segunda fêmea morreu em novembro, 82 dias após a captura, em um período que coincidiu com restrição de água na área de estudo e é possível que sua morte não esteja ligada ao estresse de captura. O macho sub-adulto persistiu por todo o período de estudo e após. As áreas de vida, estimadas pelo Mínimo Polígono Convexo 95% variaram entre 200 a 530 ha. Os tipos de hábitat mais utilizado pelas antas foram cordilheiras (cordão de mata e/ou cerradão) e campos. As antas usaram abrigos diurnos localizados no interior de cordilheiras, geralmente em áreas com abundância da palmeira acuri. A relação entre as antas e cordilheiras mostra a necessidade de conservar as florestas existentes na região.
Thesagro: Fauna.
Year: 2011-02-11
Appears in Collections:Tese/dissertação (CPAP)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESEGUI.pdf6,28 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace