Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/878738
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorSANTOS, M. R. A. dospt_BR
dc.contributor.authorSILVA, A. G.pt_BR
dc.contributor.authorLIMA, R. A.pt_BR
dc.contributor.authorLIMA, D. K. S.pt_BR
dc.contributor.authorSALLET, L. A. P.pt_BR
dc.contributor.authorTEIXEIRA, C. A. D.pt_BR
dc.contributor.authorPOLLI, A. R.pt_BR
dc.contributor.authorFACUNDO, V. A.pt_BR
dc.contributor.otherMAURICIO REGINALDO ALVES DOS SANTOS, CPAF-RO; Andrina Guimaraes Silva, UNIR; Renato Abreu Lima, UNIR; Daniella Karine Souza Lima, UNIR; Lunalva Aurélio Pedroso Sallet, UNIR; CESAR AUGUSTO DOMINGUES TEIXEIRA, CPAF-RO; Aline Roberta Polli, UNIR; Valdir Alves Facundo, UNIR.pt_BR
dc.date.accessioned2011-04-09T18:51:37Z-
dc.date.available2011-04-09T18:51:37Z-
dc.date.created2010pt_BR
dc.date.issued2011-02-24pt_BR
dc.identifier.other14950pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/878738pt_BR
dc.descriptionEste trabalho teve como objetivo avaliar o potencial inseticida do extrato acetônico das folhas de Piper hispidum Kunth sobre Hypothenemus hampei (Ferrari, 1867) em aplicação tópica, superfície contaminada e efeito de repelência. Adotou-se as diluições de 25,0; 5,0; 0,1; 0,02; 0,004 e 0,0008 mg mL-1 para exposição em superfície contaminada e aplicação tópica. No teste de repelência, utilizou-se a diluição 0,5 mg mL-1 do extrato. As avaliações foram realizadas nas 48 horas após a exposição ao extrato. Na exposição em superfície contaminada, obteve-se 100% de mortalidade, na diluição 25,0 mg mL-1, e de 50 a 80% nas diluições 0,004 a 5,0 mg mL-1, enquanto 0,0008 mg mL-1 e o controle resultaram em apenas 5% de mortalidade. Na aplicação tópica, atingiu-se 60 a 65% de mortalidade, com as diluições de 0,1 a 25,0 mg mL-1. As diluições de 0,2 a 0,0008 mg mL-1 não diferiram do controle. Os índices de repelência foram inferiores ao valor mínimo preconizado na literatura para se considerar uma substância como repelente. Este estudo evidencia a atividade inseticida do extrato de folhas de P. hispidum sobre H. hampei, o que sugere seu potencial no controle deste inseto.pt_BR
dc.description.uribitstream/item/28483/1/a12v33n2.pdfpt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherSeparata de: Revista Brasileira de Botânica, São Paulo, v.33, n.2, p.319-324, abr.-jun. 2010.pt_BR
dc.relation.ispartofEmbrapa Rondônia - Artigo em periódico indexado (ALICE)pt_BR
dc.rightsopenAccesspt_BR
dc.subjectInseticida naturalpt_BR
dc.subjectExtrato acetônicopt_BR
dc.subjectBroca do cafépt_BR
dc.subjectNatural insecticide.pt_BR
dc.titleAtividade inseticida do extrato das folhas de Piper hispidum (Piperaceae) sobre a broca-do-café (Hypothenemus hampei).pt_BR
dc.typeArtigo em periódico indexado (ALICE)pt_BR
dc.date.updated2011-04-10T11:11:11Zpt_BR
dc.description.version2010pt_BR
dc.subject.thesagroCoffea Arábicapt_BR
dc.subject.thesagroHypothenemus Hampeipt_BR
dc.subject.thesagroPiperaceae.pt_BR
dc.ainfo.id878738pt_BR
dc.ainfo.lastupdate2011-02-24pt_BR
dc.ainfo.depositanteCarga automáticapt_BR
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CPAF-RO)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
a12v33n2.pdf535,87 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace