Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/878925
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Uva e Vinho - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2010
Type of Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Authors: RAMOS, R. R.
BERTOL, I.
BARBOSA, F. T.
OLIVEIRA, L. C. de
ANDRADE, A. P.
GEBLER, L.
WERNER, R. de S.
BANDEIRA, D. H.
TANAKA, M. S.
RAMOS, J. C.
Additional Information: ROGER ROBERT RAMOS, UDESC; ILDEGARDIS BERTOL, UDESC; FABRÍCIO TONDELLO BARBOSA, UDESC; LUCIANE COSTA DE OLIVEIRA, UDESC; ANDRÉIA PATRÍCIA ANDRADE, UDESC; LUCIANO GEBLER, CNPUV; ROMEU DE SOUSA WERNER, UDESC; DOUGLAS HENRIQUE BANDEIRA, UDESC; MITSUI SHINOZAKI TANAKA, UDESC; JÚLIO CÉSAR RAMOS, UDESC.
Title: Perdas de solo e água por erosão hídrica sob chuva simulada em diferentes sistemas de cultivo sob semeadura direta.
Publisher: In: REUNIÃO BRASILEIRA DE MANEJO E CONSERVAÇÃO DO SOLO E DA ÁGUA, 18., 2010, Teresina. Novos caminhos para agricultura conservacionista no Brasil. Teresina: Embrapa Meio-Norte: Universidade Federal do Piauí, 2010.
Pages: Não paginado.
Language: pt_BR
Keywords: Perda de solo
Description: os diferentes sistemas de manejo do solo resultantes de diferentes culturas podem resultar em distintos graus de degradação, tomando o solo mais ou menos sujeito a erosão. Os sedimentos transportados por meio de enxurradas podem contaminar os mananciais de água por assoreamento e por contaminação química. O objetivo do trabalho foi quantificar as perdas de solo e água pela enxurrada, num sistema de cultivo manejado sob semeadura direta, mediante a aplicação de três chuvas simuladas. O trabalho foi desenvolvido em Lages, SC, entre novembro de 2009 e março de 2010, sobre um Cambissolo Húmico alumínico léptico com declividade média de 13,4%, sob diversos cultivos com duas repetições conduzidos em contorno em relação ao declive: soja solteira, consórcio de milho e feijão, feijão solteiro e milho solteiro. Adicionalmente, avaliou-se um tratamento sem cultivo em solo descoberto. Assim, estudaram-se 10 parcelas experimentais, casualmente distribuídas. As parcelas tinham 11 m de comprimento no sentido da pendente e 3,5 m de largura. Antes da semeadura das culturas, a área vinha sendo manejada sob semeadura direta, durante alguns anos, cultivada com uma seqüência do espécies vegetais. Antes do último cultivo, a área estava coberta por um consórcio de aveia e ervilhaca, cujas plantas foram manejadas com rolofaca. Realizaram-se três testes de chuva simulada, com chuvas de 90 minutos de duração e intensidade planejada de 64 mm h-I, utilizando simulador de chuva de braços rotativos tipo Swanson. O teste I de chuva foi aplicado aproximadamente 10 dias após a germinação das culturas; o teste 2 cerca de 30 dias após o teste I; e o teste 3 aproximadamente 30 dias após o teste 2. As perdas de solo e de água por escoamento superficial variaram com os testes de chuva e com os tipos de sistema de cultivo. As perdas de solo variaram entre 124 e 4.753 kg ha·l, considerando os sistemas de cultivo e os testes de chuva. As perdas de água, por outro lado, variaram entre 20 e 51% das chuvas simuladas aplicadas. A menor perda de solo ocorreu no cultivo de feijão, no teste 2 de chuva, enquanto, a maior perda ocorreu no solo sem cultivo, no teste 3. A menor perda de água ocorreu no solo sem cultivo, no teste 1, enquanto, a maior perda ocorreu no consórcio milho e feijão, no teste 2 de chuva. Palavras-chave: erosão hídrica, perdas de solo, sedimentos, enxurrada.
Thesagro: Solo
Água
Erosão
Chuva
Manejo
Erosão Hídrica
Sedimentação
Data Created: 2011-02-24
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CNPUV)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
129722010.pdf3,24 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace