Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/878985
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Gado de Corte - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2010
Type of Material: Resumo em anais de congresso (ALICE)
Authors: CHIARI, L.
VALLE, C. B. do
JANK, L.
MEIRELES, K. G. X.
JUNGMANN, L.
RESENDE, R. M. S.
SPANGENBERG, G.
Additional Information: LUCIMARA CHIARI, CNPGC; CACILDA BORGES DO VALLE, CNPGC; LIANA JANK, CNPGC; KAREM GUIMARAES XAVIER MEIRELES, CNPGC; LETICIA JUNGMANN CANCADO, CNPGC; ROSANGELA MARIA SIMEAO RESENDE, CNPGC; GERMÁN SPANGENBERG, Victorian AgriBiosciences Centre.
Title: Melhoramento molecular como ferramenta para aumentar a qualidade das forrageiras tropicais Brachiaria brizantha e Panicum maximum.
Publisher: In: SIMPÓSIO SOBRE INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE CIENTÍFICA NA EMBRAPA, 2., 2010, Brasília, DF. Anais... Brasília, DF: Embrapa, 2010. Disponível em: <https://intranet.embrapa.br/pesquisa_desenvolvimento/seg/Eventos%20organizados%20pelo%20DPD/document_view>. Acesso em: 25 fev. 2010.
Pages: 1 p.
Language: pt_BR
Notes: Poster 058.
Description: As pastagens constituem a principal fonte de alimentação dos bovinos no Brasil. O desempenho desses animais em pastagens depende do potencial genético do animal, da disponibilidade de forragem na pastagem, da qualidade desta forragem e do consumo da mesma por parte do animal (CÓSER et al., 2008). Cabe ressaltar que em criações que visam produção de carne, o acréscimo no desempenho dos bovinos resulta em menor permanência do animal no sistema, reduzindo a produção de metano (CH4) durante o seu ciclo de vida, contribuindo para mitigar a emissão de gases de efeito estufa (GEE). Dentre as principais espécies utilizadas nas pastagens brasileiras estão Brachiaria brizantha e Panicum maximum, gramíneas tropicais (C4), de origem africana, amplamente adaptadas às condições edafo-climáticas do País. Elas apresentam elevada taxa de crescimento e produção de matéria seca, em virtude da maior eficiência na fixação de carbono (C4) em relação às gramíneas temperadas (C3), porém a sua qualidade (proteína e digestibilidade) é, em geral, inferior a das gramíneas temperadas (C3), cuja degradação ruminal é mais rápida devido à parede celular menos espessa, ou seja, com menor teor de compostos indigeríveis, como a lignina (CABRAL et al., 2004). Tendo em vista a complexidade genética de B. brizantha e P. maximum (poliplóides e apomíticas) novas técnicas genômicas e da biotecnologia moderna (transgenia) apresentam-se como abordagens promissoras para obtenção de novas cultivares com melhor qualidade. Para viabilizar esta abordagem sem o pagamento de taxas de licenciamento e ?royalties? há necessidade de se buscar genes e promotores que possam ser utilizados em construções gênicas para obtenção dessas gramíneas forrageiras tropicais geneticamente melhoradas
Thesagro: Brachiaria Brizantha
Melhoramento Genético Vegetal
Pastagem.
Panicum Maximum
Data Created: 2011-02-25
Appears in Collections:Resumo em anais de congresso (CNPGC)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
inovacaolucimara.pdf323,85 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace