Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/879534
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorCRUZ, T. V. dapor
dc.contributor.authorPEIXOTO, C. P.por
dc.contributor.authorMARTINS, M. C.por
dc.contributor.authorLEDO, C. A. da S.por
dc.contributor.otherThyane Viana da Cruz, UFRB; Clovis Pereira Peixoto, UFRB; Mônica Cagnin Martins, FUNDACAOBA; CARLOS ALBERTO DA SILVA LEDO, CNPMF.por
dc.date.accessioned2011-04-09T16:28:12Z-
dc.date.available2011-04-09T16:28:12Z-
dc.date.created2011-03-01por
dc.date.issued2010por
dc.identifier.other27507por
dc.identifier.urihttp://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/879534por
dc.descriptionO objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de quatro épocas de semeadura sobre os teores de óleo e proteínas e sobre a produtividade de grãos de cinco cultivares de soja na região oeste da Bahia. Os ensaios foram conduzidos na Fazenda Maria Gabriela, município de São Desidério, BA, no ano agrícola 2006/2007. O delineamento foi em blocos ao acaso no esquema de parcelas subdividas, em que as parcelas principais foram constituídas pelas épocas de semeadura: primeira época ou Ep1 (29/11/2006), segunda época ou Ep2 (14/12/2006), consideradas preferenciais para a região, terceira época ou Ep3 (28/12/2007) e quarta época ou Ep4 (12/1/2007), sendo as duas últimas consideradas tardias. Em cada época, foram conduzidas cinco cultivares de soja: Msoy 8411 (precoce), BRS Corisco (médio), BRS 263 (precoce), BRS Barreiras (tardio) e Msoy 9350 (tardio), que constituíram as subparcelas, em quatro repetições. Foram determinados a produtividade e os teores de óleo e proteínas nos grãos. Os dados coletados foram submetidos à análise de variância, sendo as médias comparadas pelo teste de Tukey a 5% de probabilidade. As épocas de semeadura do período preferencial - Ep1 (29/11/2006) e Ep2 (14/12/2006) - tendem a aumentar o teor de óleo e reduzir os teores de proteína, enquanto as semeaduras tardias - Ep3 (28/12/2006) e Ep4 (12/01/2007) - não foram favoráveis à obtenção de produtividades superiores para a soja no oeste da Bahia.por
dc.description.uribitstream/item/29010/1/oleofibrosID27507.pdfpor
dc.languagept_BRpor
dc.language.isoporpor
dc.publisherRevista Brasileira de Oleaginosas e Fibrosas, Campina Grande, v. 14, n. 2, p. 63-71, maio/ago. 2010.por
dc.relation.ispartofEmbrapa Mandioca e Fruticultura - Artigo em periódico indexado (ALICE)por
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectTeor de óleopor
dc.subjectTeor de proteína.por
dc.titleEfeitos da época de semeadura sobre a composição química e a produtividade de grãos de diversas cultivares de soja no oeste da Bahia.por
dc.typeArtigo em periódico indexado (ALICE)por
dc.date.updated2018-07-10T11:11:11Zpor
dc.subject.thesagroGlycine Maxpor
dc.subject.thesagroRendimento.por
dc.ainfo.id879534por
dc.ainfo.lastupdate2018-07-10 -03:00:00por
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CNPMF)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
oleofibrosID27507.pdf163,48 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace