Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/881231
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Rondônia - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2010
Type of Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Authors: TOWNSEND, C. R.
COSTA, N. de L.
PEREIRA, R. G. de A.
Additional Information: CLAUDIO RAMALHO TOWNSEND, CPAF-RO; NEWTON DE LUCENA COSTA, CPAF-RR; RICARDO GOMES DE ARAUJO PEREIRA, CPAF-RO.
Title: Avaliação agronômica de gramíneas forrageiras com potencial de uso em sistemas de Integração Lavoura- Pecuária-Floresta na região central do Estado de Rondônia.
Publisher: In: WORKSHOP INTEGRAÇÃO LAVOURA-PECUÁRIA-FLORESTA DA EMBRAPA RONDÔNIA, 1., 2010, Vilhena. Resumos expandidos... Porto Velho: Embrapa Rondônia, 2010. p. 10-16. (Embrapa Rondônia. Documentos, 141).
Language: pt_BR
Description: Em Rondônia as pastagens são o principal suporte alimentar do rebanho bovino, mas apresentam marcada estacionalidade na produção, com déficit quantitativo e qualitativo na estação seca, e há extensa área de pastagens degradadas a ser reincorporada ao processo produtivo. O cultivo de gramíneas forrageiras como sorgo forrageiro, milheto, milho e teosinto surge como alternativa de suplementação alimentar neste período, podendo suceder culturas tradicionais (arroz, soja, feijão e milho), maximizando o uso dos fatores de produção, compondo sistemas de Integração-Lavoura-Pecuária- Floresta. Neste contexto foi conduzido ensaio em Presidente Médici- RO, em blocos casualizados com três repetições, onde se avaliou 18 cultivares (cvs.) de sorgo forrageiro, milho, milheto e teosinto. As plantas atingiram altura média de 199 cm, com a cv. P 8118 apresentando o menor porte e a P 54037 o maior. Em média as plantas compunham-se de 67% de colmos, com a cv DK 57 tendo a menor e o teosinto a maior participação. Os teores de MS antiveram-se próximos a 30%, exceto nas cvs P 54037 e CEXP 9702 com baixos níveis, enquanto que o milho e milheto apresentaram elevados teores de MS, devido colheita tardia. A cv AG 2002 propiciou maiores acúmulos de forragem em relação às cvs C 51, P 54037, AG 2005, CEXP 9702, MASSA 03, DK 57, ACA 726 e P 8118 e ao teosinto, não diferindo das demais cvs de sorgo, do milheto e do milho. As cvs mais promissoras foram AG 2002, BR 601 e AGX 202.
Thesagro: Euchlaena Mexicana
Pennisetum Americanum
Sorghum Vulgare
Zea Mays.
Data Created: 2011-03-17
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CPAF-RO)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AvaliacaoClaudio.pdf248,66 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace