Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/902852
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Cocais - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Issue Date: 2011
Type of Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Authors: VASCO, A. N. do
BRITTO, F. B.
PEREIRA, A. P. S.
MÉLLO JÚNIOR, A. V.
GARCIA, C. A. B.
NOGUEIRA, L. C.
Additional Information: ANDERSON NASCIMENTO DO VASCO, Programa de Pós-Graduação em Agroecossistema, Universidade Federal de Sergipe.; FÁBIO BRANDÃO BRITTO, Programa de Pós-Graduação em Agroecossistema, Universidade Federal de Sergipe.; ANA PAULA SOUSA PEREIRA, Programa de Pós-Graduação em Agroecossistema, Universidade Federal de Sergipe.; ARISVALDO VIEIRA MÉLLO JÚNIOR, Departamento de Engenharia Hidráulica da Universidade de São Paulo.; CARLOS ALEXANDRE BORGES GARCIA, Departamento de Química da Universidade Federal de Sergipe.; LUIS CARLOS NOGUEIRA, CPACP.
Title: Avaliação espacial e temporal da qualidade da água na sub-bacia do rio Poxim, Sergipe, Brasil.
Publisher: Revista Ambiente & Água - An Interdisciplinary Journal of Applied Science, Taubaté, SP, v. 6, n. 1, p. 118-130, 2011.
Pages: 13 p.
Language: pt_BR
Keywords: Recursos hídricos
Environment monitoring.
Description: A dinâmica de uso e ocupação do solo na sub-bacia hidrográfica do rio Poxim, em Sergipe, é fator determinante para o comprometimento da qualidade das suas águas. Este estudo teve o objetivo de avaliar a qualidade da água associado com aspectos relacionados ao uso e ocupação do solo, em quatro diferentes estações de monitoramento no período chuvoso e seco. Os parâmetros avaliados foram pH, OD, DBO, DQO, turbidez, Sólidos Dissolvidos Totais (SDT), fósforo total, nitrogênio amoniacal, nitrito e nitrato, no período de julho de 2009 a junho de 2010. As amostras de água foram coletadas em quatro estações de monitoramento (E1, no rio Poxim-Mirim; E2, no rio Poxim-Açu; E3, no rio Poxim, próxima à confluência dos dois afluentes citados; e E4, no ponto de captação para abastecimento público da Companhia de Saneamento de Sergipe) e analisadas no Laboratório de Química Analítica da Universidade Federal de Sergipe (UFS). Os resultados foram comparados aos padrões brasileiros de qualidade para as águas doces (Classe 2), conforme a Resolução CONAMA n°357/2005. DBO e DQO mostraram maior aporte de matéria orgânica, na estação E3. OD apresentou valores críticos nas quatro estações. Os nutrientes nitrogênio e fósforo apresentaram maiores concentrações nas estações E1 e E2 (parte alta da sub-bacia, com características agrícolas). A parte baixa da sub-bacia apresentou uma elevada degradação da qualidade da água devido ao processo de urbanização. Os parâmetros estudados indicam a baixa qualidade da água na sub-bacia do rio Poxim e a necessidade de adoção de medidas mitigatórias apropriadas.
Thesagro: Qualidade da água
Year: 2011-10-11
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CPACP)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2011AvaliacaoespacialetemporaldaqualidadedaaguanasubbaciadoRioPoximSergipeBrasil.pdf.pdf205,82 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace