Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/906567
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Meio Ambiente - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Date Issued: 2011
Type of Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Authors: HALFELD-VIEIRA, B. de A.
NECHET, K. de L.
SOUZA, G. R. de
Additional Information: BERNARDO DE ALMEIDA HALFELD VIEIRA, CNPMA; KATIA DE LIMA NECHET, CNPMA; GIOVANNI RIBEIRO DE SOUZA, CPAF-RR.
Title: Ocorrência da mancha-bacteriana do feijão-caupi em Roraima e reação de cultivares.
Publisher: Summa Phytopathologica, Botucatu, v. 37, n. 3, p. 127-130, 2011
Language: pt_BR
Keywords: Feijão caupi
Xanthomonas axonopodis pv vignicola
Xanthomonas campestris pv vignicola
Description: Resumo: A mancha-bacteriana, causada por Xanthomonas axonopodis pv. vignicola, é uma doença que apresenta potencial de dano à cultura do feijão-caupi. Esse trabalho teve como objetivos registrar a ocorrência do patógeno em Roraima e prover informações sobre a reação de cultivares de feijão-caupi à doença. As cultivares utilizadas foram BRS-Amapá, BR02-Bragança, BRS Guariba, BR17-Gurguéia, BRS Mazagão, BRS Milênio, BRS Patativa, Pitiúba, BR03-Tracuateua e Vita-7. Em casa-de-vegetação, o delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualizado, com quatro repetições, cada repetição foi representada por duas plantas/vaso. Os parâmetros de avaliação foram período de incubação e severidade da doença aos 25 dias após a inoculação. O experimento de campo foi conduzido em delineamento de blocos ao acaso com 4 blocos, sendo cada um constituído por 10 parcelas, sendo cada parcela semeada com uma cultivar. As inoculações foram realizadas aos 35 dias após a semeadura, em estádio de início da emissão do botão floral. Os parâmetros avaliados foram período de incubação, severidade da doença aos 12, 18, 22, 27 e 29 dias após a inoculação. A transmissibilidade da bactéria por meio de sementes foi verificada a partir da deposição em placas de Petri contendo o meio 523 de alíquotas de 100 µl de suspensões obtidas de diluições seriadas em fator 1:10 de 150 g de sementes de cada lote. Verificou-se que as cultivares BRS Mazagão, BR 17- Gurguéia e Vita-7 apresentaram reação de resistência à mancha-bacteriana. Não foi verificada a ocorrência da transmissibilidade da bactéria nas condições experimentais. Abstract: Bacterial blight, caused by Xanthomonas axonopodis pv. vignicola, is a disease that has the potential to cause damage to cowpea crops. The aims of this work were to report the occurrence of such a pathogen in Roraima State, Brazil, and provide information about the reaction of cowpea cultivars to that disease. The used cultivars were BRS-Amapá, BR02-Bragança, BRS Guariba, BR17-Gurguéia, BRS Mazagão, BRS Milênio, BRS Patativa, Pitiúba, BR03-Tracuateua and Vita-7. The study was carried out in a greenhouse in a completely randomized experimental design, with four replicates, each one represented by two plants per pot. Incubation period and disease severity were evaluated at 25 days post-inoculation. The field experiment was carried out in an experimental design of randomized blocks with four blocks, each one represented by 10 plots, and each plot was sown with one cultivar. Inoculations were performed at 35 days after sowing, at the beginning of flower bud emission. Evaluation parameters consisted of incubation period, disease severity at 12, 18, 22, 27 and 29 days post-inoculation and bacterial transmissibility through seeds. The cultivars BRS Mazagão, BR 17- Gurguéia and Vita-7 presented resistance reaction to bacterial blight. No bacterial transmissibility was detected under these experimental conditions.
Thesagro: Vigna unguiculata
Mancha bacteriana
Resistência
Data Created: 2011-11-21
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CNPMA)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2011AP35.pdf270,19 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace