Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/908105
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Soja - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2011
Type of Material: Resumo em anais de congresso (ALICE)
Authors: FERREIRA-AGUERO, M. A.
SILVA, D. M. da
DUTRA, V.
CARVALHO, M. G.
NEVES, P. M. O. J.
BUENO, A. F.
Additional Information: M. A. FERREIRA-AGUERO, UEL; D. M. da SILVA, UEL; V. DUTRA, UEL; M. G. CARVALHO, UEL; P. M. O. J., UEL; ADENEY DE FREITAS BUENO, CNPSO.
Title: Efeito de Metarhizium anisopliae ASH. sobre Telenomus podisi (Hymenoptera: scelionidae).
Publisher: In: SIMPÓSIO DE CONTROLE BIOLÓGICO, 12., 2011, São Paulo. Mudanças climáticas e sustentabilidade: quebra de paradigmas: anais. São Paulo: Sociedade Entomológica do Brasil, 2011.
Pages: CO.03.04.
Language: pt_BR
Notes: SICONBIOL 2011.
Description: Os agentes de controle biológico Metarhizium anisopliae e Telenomus podisi são empregados no controle de populações de pragas. Porém na literatura são citados casos de interferência entre agentes de controle. Para serem utilizados concomitantemente, a compatibilidade entre o fungo entomopatogênico e o parasitoide deve ser elucidada. O objetivo deste trabalho foi avaliar os possíveis efeitos do fungo M. anisopliae na eficiência do parasitoide de ovos T. podisi. Os bioensaios foram conduzidos em duas etapas, utilizando ovos não parasitados e ovos parasitados. Na primeira etapa, ovos de Euschistus heros esterilizados aderidos a cartelas (1×2 cm), receberam aplicações de 1,5 ml de suspensão de M. anisopliae (1,0×1010 conídios/ml), em torre de Potter, sendo posteriormente expostos ao parasitismo. Na segunda etapa, suspensões de (1,0×109 conídios/ml) foram pulverizados sobre ovos parasitados. A testemunha recebeu água destilada estéril + Tween 80 (0,01%) em ambos os ensaios. Após as pulverizações, as cartelas foram inseridas em gaiolas de exposição padronizadas pela (IOBC), mantidas em condições controladas de temperatura, umidade e fotoperiodo (25±1º C, 80%, 14:10). Os parasitoides foram alimentados com mel. Para avaliar a porcentagem de parasitismo, emergência e viabilidade dos parasitóides, as cartelas de ovos contendo os parasitoides foram acondicionadas em sacos plásticos, posteriormente observadas em lupa estereoscópica para quantificação e calculo dos parâmetros estudados, Os resultados obtidos indicam que M. anisopliae não afeta o parasitismo de T. podisi, porém a emergência do parasitoide pode ser reduzida quando o fungo é aplicado sobre ovos previamente parasitados. Possivelmente, houve alguma atividade dos fungos sobre os ovos de E. heros que impediram a emergência de T. podisi e fatores físicos e bioquímicos podem estar envolvidos durante a infecção e penetração pelo córion. Entretanto, a redução da viabilidade do parasitismo quando o fungo foi aplicado em ovos parasitados foi percentualmente pequena. Por tanto, M. anisopliae é inócuo e seletivo a T. podisi, e ambos podem ser utilizados no manejo de pragas, preferencialmente quando as aplicações do fungo e liberações do parasitoide sejam realizadas em momentos diferentes para conseguir maior eficiência.
Thesagro: Controle biológico
NAL Thesaurus: Biological control agents
Data Created: 2011-12-01
Appears in Collections:Resumo em anais de congresso (CNPSO)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CO0304.pdf145,62 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace