Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/931584
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Cerrados - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Date Issued: 2010
Type of Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Authors: BARRETO, H. F. M.
SOARES, J. P. G.
MORAIS, D. A. E. F.
SILVA, A. C. C.
SALMAN, A. K.
Additional Information: HILTON FELIPE MARINHO BARRETO, Instituto Federal de Educação; JOAO PAULO GUIMARAES SOARES, CPAC; DÉBORA ANDRÉA EVANGELISTA FAÇANHA MORAIS, Universidade Federal Rural do Semiárido; ANDRÉA CRISTINA CAPRIATTA SILVA, Universidade Federal Rural do Semiárido; ANA KARINA SALMAN, CPAF-RO.
Title: Impactos ambientais do manejo agroecológico da caatinga no Rio Grande do Norte.
Publisher: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasília, v. 45, n. 10, p. 1073-1081, out. 2010.
Language: pt_BR
Keywords: Agroecologia
Sustentabilidade.
Description: O objetivo deste trabalho foi avaliar os impactos ambientais do manejo agroecológico da caatinga, em unidades de produção familiar no Rio Grande do Norte, pelo método Ambitec de produção animal - dimensão ambiental, desenvolvido pela Embrapa Meio Ambiente. Foram avaliadas sete unidades de produção familiar, em quatro projetos de assentamentos de reforma agrária do Município de Apodi, RN. Os dados para o levantamento foram obtidos por meio de questionários aplicados aos representantes das unidades produtivas familiares, que atribuíram, a cada variável estudada, um valor que representou a alteração proporcionada pela implementação da tecnologia. Após a inserção dos coeficientes de alteração de cada variável dos indicadores por unidade de produção, o coeficiente de impacto foi automaticamente calculado por meio da planilha Ambitec. O manejo agroecológico da caatinga resultou num impacto ambiental positivo, e suas maiores contribuições foram relacionadas aos efeitos positivos dos seguintes indicadores: capacidade produtiva do solo, uso de insumos materiais, qualidade do produto e diminuição da emissão de poluentes à atmosfera. Dois indicadores geraram efeitos negativos: o uso de energia e o uso de recursos naturais. Pela superioridade dos benefícios gerados, o manejo agroecológico da caatinga é uma inovação tecnológica geradora de impactos ambientais positivos.
Thesagro: Agricultura Familiar
Degradação Ambiental
Meio Ambiente.
Data Created: 2012-08-20
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CPAC)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
S1523JoaoPaulo.pdf325,97 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace