Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/960374
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorOLIVEIRA JUNIOR, R. C. dept_BR
dc.contributor.authorKELLER, M.pt_BR
dc.contributor.authorCRILL, P. M.pt_BR
dc.contributor.authorBELDIN, T. P.pt_BR
dc.contributor.authorCAMARGO, P. B. dept_BR
dc.contributor.otherRAIMUNDO COSME DE OLIVEIRA JUNIOR, CPATU; Michael Keller, New Hampshire University, USForest Service/CENA-USP; Patrick Michael Crill, Stockholm University; Troy Patrick Beldin, Bolsista Projeto LBA Santarém; Plinio Batista de Camargo, CENA/USP.pt_BR
dc.date.accessioned2013-06-21T11:11:11Zpt_BR
dc.date.available2013-06-21T11:11:11Zpt_BR
dc.date.created2013-06-21pt_BR
dc.date.issued2010pt_BR
dc.identifier.other47771pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/960374pt_BR
dc.descriptionNa região do Baixo Amazonas, Estado do Pará, as atividades antrópicas têm alterado uma parte significante dos seus ecossistemas e, ao mesmo tempo, vêm causando um impacto ambiental crescente. Dada a sua importância no ecossistema, o solo ocupa papel de destaque no controle da qualidade do ambiente. Se esse controle vai ser de boa ou de má qualidade dependerá muito da maneira como serão manejadas as reservas edáficas. Com o objetivo de caracterizar a umidade do solo e a variação sazonal, em dois Latossolos de diferentes texturas, este estudo foi realizado em duas áreas, distanciadas por 18km, localizadas na região de Belterra, Estado do Pará, em Latossolo Amarelo muito argiloso na Floresta Nacional de Tapajós (Flona), e Latossolo Amarelo argilosos numa fazenda de grãos (77km). Os teores de umidade foram monitorados através de sensores de FDR (reflexão no domínio da frequência), inseridos em seis profundidades (5, 15, 30, 50, 100 e 200cm), durante 3anos (Flona) e 2 anos (77km). Os resultados mostraram grande variação entre os solos, nas profundidades superficiais, evidenciadas principalmente, pelo teor de argila. Também, a variação sazonal foi marcante nos dois locais estudados, ate a profundidade de 100cm, não diferindo entre esta profundidade e aquela de 200cm. Os resultados permitem aos produtores utilizarem as informações para melhor adequarem a época de plantio e colheita das culturas implantadas e, também, ajudarem pesquisadores a melhor entender o comportamento das florestas nativas diante de mudanças climáticas previstas para a região Amazônica.pt_BR
dc.description.uribitstream/item/84632/1/Cosmep80.pdfpt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherEspaço Científico, Canoas, v. 11, n. 1/2, p. 80-94, 2010.pt_BR
dc.relation.ispartofEmbrapa Amazônia Oriental - Artigo em periódico indexado (ALICE)pt_BR
dc.subjectSolos tropicaispt_BR
dc.subjectÁgua no solo.pt_BR
dc.titleComportamento anual da água no solo sob floresta natural e plantio de grãos em latossolo amarelo na região de Belterra-PA.pt_BR
dc.typeArtigo em periódico indexado (ALICE)pt_BR
dc.date.updated2013-06-21T11:11:11Zpt_BR
dc.subject.thesagroLatossolo Amarelo.pt_BR
dc.ainfo.id960374pt_BR
dc.ainfo.lastupdate2013-06-21pt_BR
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CPATU)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Cosmep80.pdf420,33 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace