Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/966562
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorPINHEIRO, V. R.pt_BR
dc.contributor.authorSILVA, F. F. ept_BR
dc.contributor.authorGUIMARÃES, S. E. F.pt_BR
dc.contributor.authorRESENDE, M. D. V. dept_BR
dc.contributor.authorLOPES, P. S.pt_BR
dc.contributor.authorCRUZ, C. D.pt_BR
dc.contributor.authorAZEVEDO, C. F.pt_BR
dc.contributor.otherMARCOS DEON VILELA DE RESENDE, CNPF.pt_BR
dc.date.accessioned2014-03-19T23:24:52Z-
dc.date.available2014-03-19T23:24:52Z-
dc.date.created2013-09-18pt_BR
dc.date.issued2013pt_BR
dc.identifier.other51150pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/966562pt_BR
dc.descriptionO objetivo deste trabalho foi avaliar eficiência de modelos de regressão aleatória (MRA) para detectar locus de características quantitativas (QTL) para características de crescimento, em suínos. Utilizou-se uma população divergente F2 Piau x Comercial. A eficiência da metodologia proposta na detecção de QTL foi comparada à da metodologia tradicional de regressão por intervalo de mapeamento. Para tanto, utilizaram-se MRA com efeitos aleatórios poligênicos, de ambiente permanente e de QTL, tendo-se utilizado o enfoque de matriz de covariância ?identical‑by‑descent? associada aos efeitos de QTL. Testou-se a significância dos efeitos de QTL mediante a razão de verossimilhanças, tendo-se considerado o modelo como completo quando houve efeito de QTL, ou nulo, quando não. A comparação entre os modelos foi feita nas posições dos marcadores (seis marcadores microssatélites) e nas intermediárias, entre os marcadores. O MRA detectou QTL significativo na posição 65 cM do cromossomo 7 e, portanto, foi mais eficiente que a metodologia tradicional, que não detectou QTL significativo em nenhum dos fenótipos avaliados. A metodologia proposta possibilitou a detecção de QTL com efeito sobre toda a trajetória de crescimento, dentro da amplitude de idade considerada (do nascimento aos 150 dias).pt_BR
dc.description.uribitstream/item/99688/1/2013-Resende-MapeamentoQLT.pdfpt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherPesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, DF, v. 48, n. 2, p. 190-196, fev. 2013.pt_BR
dc.relation.ispartofEmbrapa Florestas - Artigo em periódico indexado (ALICE)pt_BR
dc.subjectDados longitudinaispt_BR
dc.subjectIdentical-by-descentpt_BR
dc.subjectLocos de característica quantitativaspt_BR
dc.subjectSeleção assistida por marcadores.pt_BR
dc.titleMapeamento de QTL para características de crescimento de suínos por meio de modelos de regressão aleatória.pt_BR
dc.typeArtigo em periódico indexado (ALICE)pt_BR
dc.date.updated2014-03-19T23:24:52Zpt_BR
dc.subject.thesagroCurva de Crescimento.pt_BR
dc.subject.nalthesaurusSus scrofa.pt_BR
dc.ainfo.id966562pt_BR
dc.ainfo.lastupdate2014-03-19pt_BR
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CNPF)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2013ResendeMapeamentoQLT.pdf627,33 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace