Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/971872
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Amazônia Oriental - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2013
Type of Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Authors: PONTES, L. C. G.
MOURA, E. F.
OLIVEIRA, M. do S. P. de
SOUZA, L. S.
Additional Information: LÍGIA CRISTINE GONÇALVES PONTES, GRADUANDA UFPA; ELISA FERREIRA MOURA CUNHA, CPATU; MARIA DO SOCORRO P DE OLIVEIRA, CPATU; LEONARIA SILVA SOUZA, CPATU.
Title: Análise genética entre acessos de Oenocarpus mapora (Arecaceae) de hábito cespitoso e solitário.
Publisher: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE MELHORAMENTO DE PLANTAS, 7., 2013, Uberlândia. Variedade melhorada: a força da nossa agricultura: anais. Viçosa, MG: SBMP, 2013.
Pages: p. 3295-3297.
Language: pt_BR
Keywords: Bacabi
Análise genética
Description: A bacaby ou Oenocarpus mapora é uma palmeira considerada potencial para a domesticação devido às suas características comerciais de seu fruto e palmito. A espécie tem hábito predominantemente cespitoso, mas palmeiras de hábito solitário já foram descritas. O banco de germoplasma (BAG) do complexo Oenocarpus/Jessenia da Embrapa Amazônia Oriental possui em seu acervo uma amostra de materiais do tipo solitário de O. mapora coletados no noroeste paraense. Para veriicar a diversidade genética desse grupo no BAG e sua proximidade genética com materiais de hábito cespitoso, foram utilizados 18 indivíduos do tipo solitário para serem comparados com 1γ indivíduos do tipo cespitoso coletados em Itacoatiara (Aε) e oito coletados em Parintins (Aε), por meio de genotipagem com cinco locos microssatélites. A análise descritiva mostrou que há variabilidade genética dentro do grupo do tipo solitário, com H E = 0,7λ, variação que foi maior que a dos grupos de hábito cespitoso. A análise com AεOVA demonstrou grande diferenciação entre os grupos, com γβ,γη% de variação genética entre grupos. A distância genética par a par com base em FST mostrou que houve diferença significativa entre os grupos, e que o grupo do tipo solitário teve mais proximidade genética com um dos grupos do tipo cespitoso, do que entre os grupos do tipo cespitoso, indicando que o material pode ser utilizado em programas de melhoramento.
Data Created: 2013-11-21
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CPATU)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
p3296.pdf1,11 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace