Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/981680
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Cerrados - Tese/dissertação (ALICE)
Issue Date: 2013
Type of Material: Tese/dissertação (ALICE)
Authors: KINPARA, D. I.
Additional Information: DANIEL IOSHITERU KINPARA, CPAC.
Title: Abordagem multinível na avaliação do Programa Bolsa Família.
Publisher: 2013.
Pages: 110 f.
Language: pt_BR
Notes: Tese (Doutorado em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações) - Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília. Brasília, DF, 2013.
Keywords: Programas sociais avaliação
Análise multinível
Transferência de renda
Programa Bolsa Família
Brasil
Social program evaluation
Multilevel analysis
Repeated measures
Income transfer program.
Description: O presente trabalho teve por objetivo avaliar o programa de transferência de renda conhecido por Bolsa Família (PBF) por meio de dados secundários oficiais públicos. O período de análise foi de 2000 a 2010. O estudo baseou-se no entendimento de pobreza como medida de desenvolvimento econômico e no conceito de capital humano de Schultz (1961). Nesta perspectiva, a educação é vista como o meio pelo qual se quebra a espiral de pobreza e se proporciona incremento do bem estar social. No curto prazo, acredita-se que a transferência de renda crie condições básicas para que crianças e adolescentes em idade escolar frequentem a escola. No médio e no longo prazo, espera-se que estejam mais qualificados para o mercado de trabalho, aumentando a renda da família. O método utilizado na presente pesquisa foi a análise de regressão multinível com medidas repetidas. Foram obtidos dados de 5.565 municípios. Estes dados foram agrupados em seis categorias: (1) econômica; (2) agropecuária; (3) demográfica; (4) de saúde; (5) educacional; e (6) do PBF. Os dados econômicos incluíram Produto Interno Bruto e Valor Adicionado Bruto por setor (agropecuário, industrial, serviços e impostos). Os dados agropecuários compreenderam a produção de grãos de feijão, de milho e de soja, bem como o número de cabeças ordenhadas de rebanhos bovinos leiteiros. Os dados demográficos foram a população total municipal e a densidade populacional. Os dados de saúde foram números de óbitos por diarreia e mortalidade infantil. Os dados educacionais foram proficiência escolar e distorção idade-série (DSI). Os dados do PBF foram o número de famílias beneficiadas, o montante em reais repassado para os municípios e o percentual de famílias beneficiadas pelo PBF. Realizou-se a Análise de Componentes Principais (ACP) a fim de determinar como as variáveis explicativas se agrupavam. A análise resultou em cinco componentes: proficiência escolar; DIS de escolas estaduais; DIS de escolas municipais; bem-estar; e produção agropecuária. Foram desenvolvidos cinco modelos: um com todos os componentes, com dados dos anos de 20047 e 2009 (M1); um com dados de 2000 a 2010 (M2); um com dados de 2000 a 2003 (m3); um com dados de 2004 a 2010 M4); e uma análise de cada componente individualmente (M5). O modelo M1 verificou a relação direta entre PBF e pobreza. Os modelos M3 e M4 foram desenvolvidos para comparar os períodos antes e depois da implementação do PBF. O modelo M2 serviu de referência de comparação para os modelos M3 e M4. O modelo M5 foi desenvolvido para avaliar a relação entre cada um dos cinco componentes a pobreza, individualmente. O modelo M1 indicou que existe relação significativa entre pobreza e o PBF. Porém, os modelos M2, M3 e M4 não foram conclusivos em apontar esta relação. O modelo M5 verificou que a pobreza está relacionada com: maior desempenho em matemática do quem em português, ambos nas séries iniciais; mais DIS; menos óbitos de crianças e adultos; menor produção de riqueza nos setores estudados; e maior produção de feijão. Três conclusões podem ser apontadas: (1) a relação ente PBF e pobreza não é certa; (2) se esta relação de fato existe, o efeito ocorre por meio da educação; e (3) o uso de dados oficiais públicos e a técnica de análise multinível são interessantes como alternativa de avaliação dos impactos de um programa social; mas para as variáveis utilizadas neste estudo sugere-se um período de pesquisa maior.
NAL Thesaurus: Brazil.
Year: 2014-03-06
Appears in Collections:Tese/dissertação (CPAC)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
kinpara01.pdf6,03 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace