Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/986233
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Territorial - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2014
Type of Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Authors: ANDRADE, R. G.
TEIXEIRA, A. H. de C.
SANO, E. E.
LEIVAS, J. F.
VICTORIA, D. de C.
NOGUEIRA, S. F.
Additional Information: RICARDO GUIMARAES ANDRADE, CNPM; ANTONIO HERIBERTO DE C TEIXEIRA, CNPM; EDSON EYJI SANO, CPAC; JANICE FREITAS LEIVAS, CNPM; DANIEL DE CASTRO VICTORIA, CNPM; SANDRA FURLAN NOGUEIRA, CNPM.
Title: Evapotranspiração em pastagens com indicativos de degradação na bacia hidrográfica do alto Tocantins.
Publisher: In: INOVAGRI INTERNATIONAL MEETING, 2., 2014, Fortaleza. Anais... Fortaleza: INOVAGRI, 2014.
Pages: p. 3052-3059.
Language: pt_BR
Keywords: SAFER.
Description: A Bacia Hidrográfica do Alto Tocantins está em intenso processo de uso e ocupação das terras, ocasionando crescente pressão sobre os recursos naturais. Assim, as áreas com pastagens apresentam relevância em termos de uso racional dos recursos naturais aliando sustentabilidade econômica e ambiental. Nesse contexto, as técnicas de sensoriamento remoto têm sido fundamentais, por exemplo, na obtenção de informações relevantes para avaliação das condições da vegetação em larga escala. Este estudo objetivou aplicar esta ferramenta em conjunto com medições de campo para analisar a evapotranspiração (ET) em pastagens com diferentes indicativos de degradação. O SAFER foi aplicado para estimar a ET utilizando imagens MODIS e dados observacionais obtidos em estações meteorológicas no ano de 2012. A ET foi analisada de acordo com a classificação indicativa de degradação de pastagens. Os resultados indicam que os valores de ET em áreas de pastagens com baixo indicativo de degradação foram muito próximos (diferença de 2,80%) daqueles encontrados para as áreas de pastagens não degradadas, com valor médio anual dos pixels da ordem de 1,50 mm d-1. Para as pastagens nas classes indicativas de moderada e forte degradação estas médias foram de 1,40 e 1,05 mm d-1, respectivamente. Vale ressaltar que no período de estresse hídrico, em relação à pastagem não degradada, os valores de ET foram menores em até 14,8% e 59,2% nas pastagens com moderado e forte indicativo de degradação, respectivamente. Essas diferenças na ET indicam alterações na partição do balanço de energia podendo impactar o microclima da região. Tais resultados podem contribuir para politicas públicas estratégicas de controle da perda do potencial produtivo das pastagens.
Thesagro: Uso da Terra
Vegetação.
Data Created: 2014-05-15
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CNPM)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
3854.pdf807,89 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace