Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/994277
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorCORDEIRO, H. K. C.por
dc.contributor.authorMENEZES, C.por
dc.contributor.authorSILVA, M. F. M. dapor
dc.contributor.otherHayron Kalil Cardoso Cordeiro, BOLSISTA PIBIC; CRISTIANO MENEZES, CPATU; Marcelo Flávio Moraes da Silva, Colaborador externo do trabalho, UFRA.por
dc.date.accessioned2014-09-04T11:11:11Zpor
dc.date.available2014-09-04T11:11:11Zpor
dc.date.created2014-09-04por
dc.date.issued2014por
dc.identifier.other49967por
dc.identifier.urihttp://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/994277por
dc.descriptionA própolis é um material de origem vegetal bastante estudado para fins farmacológicos. Dentre os principais constituintes desse material estão: resinas, ceras e ácidos gordurosos, inerentes à vegetação que circunda a colônia de meliponíneos. Para estes, ainda não existem estudos suficientes que comprovem o poder farmacológico da própolis, não sendo ainda recomendado seu uso para fins terapêuticos, por isso são necessárias mais pesquisas para esse fim. Para a realização do trabalho foram utilizadas 6 espécies de abelhas sem ferrão, das quais 3 espécies produzem própolis com resinas puras e as outras 3 fazem a produção do batume ou geoprópolis (Resina + Barro). As espécies utilizadas foram: Frieseomelitta cf. longipes, F. flavicornis, Scaptotrigona postica, Melipona flavolineata, M. fasciculata e M. melanoventer. Utilizou-se 18 coletores de própolis, sendo 9 coletores com dimensões de 20x20cm e 9 coletores de 30x30cm, ambos com altura de 2,5cm que eram trocados de 15 em 15 dias, tempo hábil para o preenchimento total da fresta. O experimento foi realizado no laboratório de botânica da Embrapa Amazônia Oriental, no período de outubro de 2013 a maio de 2014. Entre as espécies produtoras de batume, a M. flavolineata foi a que melhor se destacou ficando com uma produção média de 188,50 g (±121,76). Entre as espécies produtoras de própolis com resina pura, a que melhor se destacou foi a Frieseomelitta cf. longipes com uma média de 36,65g (±15,87).por
dc.description.uribitstream/item/107816/1/Pibic9.pdfpor
dc.format1 CD-ROM.por
dc.languagept_BRpor
dc.language.isoporpor
dc.publisherIn: SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 18.; SEMINÁRIO DE PÓS-GRADUAÇÃO DA EMBRAPA AMAZÔNIA ORIENTAL, 2., 2014, Belém, PA. Anais. Belém, PA: Embrapa Amazônia Oriental, 2014.por
dc.relation.ispartofEmbrapa Amazônia Oriental - Artigo em anais de congresso (ALICE)por
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectAbelhas sem ferrãopor
dc.subjectBatume.por
dc.titlePotencial produtivo de própolis em diferentes espécies de abelhas sem ferrão.por
dc.typeArtigo em anais de congresso (ALICE)por
dc.date.updated2014-09-04T11:11:11Zpor
dc.subject.thesagroProduçãopor
dc.subject.thesagroPrópolispor
dc.subject.thesagroResina.por
dc.ainfo.id994277por
dc.ainfo.lastupdate2014-09-04por
Aparece nas coleções:Artigo em anais de congresso (CPATU)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Pibic9.pdf199,86 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace