Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1002214
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Cerrados - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 10-Dez-2014
Tipo do Material: Resumo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: SALVADORI, J. R.
PEREIRA, P. R. V. da S.
SPECHT, A.
Informaçães Adicionais: José R. Salvadori; PAULO ROBERTO VALLE DA S PEREIRA, CNPT; ALEXANDRE SPECHT, CPAC.
Título: Registro da ocorrência de Helicoverpa armigera no Rio Grande do Sul, Brasil.
Edição: 2014
Fonte/Imprenta: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENTOMOLOGIA, 25., 2014, Goiânia. Entomologia integrada à sociedade para o desenvolvimento sustentável: anais. Goiânia: Sociedade Entomológica do Brasil, 2014.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Rio Grande do Sul
Soybean.
Conteúdo: A presença de Helicoverpa armigera (Lepidoptera: Noctuidae: Heliothinae) no Brasil foi confirmada pela primeira vez na região do Cerrado (oeste da Bahia, Goiás e Mato Grosso) no início de 2013, por C. Czepak e colaboradores. Em seguida, A. Specht e colaboradores ampliaram o registro para outros estados, incluindo o Paraná. Admite-se que este inseto estava presente no país há mais tempo, causando severos danos às culturas agrícolas, principalmente em soja, algodão, milho e tomate industrial. No estado do Rio Grande do Sul, o problema veio à tona na safra 2012/13, quando técnicos e produtores se depararam com infestações elevadas e com a dificuldade de controle das lagartas na cultura da soja. Lagartas coletadas em lavouras de soja foram criadas em laboratório na FAMV/UPF e na Embrapa Trigo, em Passo Fundo. Das mariposas obtidas em laboratório, amostras provenientes de lagartas coletadas nos dias 20 e 21 de dezembro de 2012 em lavouras de soja localizadas dos municípios de Passo Fundo e Espumoso e de lagartas coletadas em soja no dia 22 de maio de 2013, em Carazinho, foram encaminhadas ao terceiro autor, taxonomista deste grupo de insetos, que confirmou a identidade específica de H. armigera. Os resultados foram relatados ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, que os considerou válidos como registro de ocorrência de H. armigera no Estado, através de comunicado aos autores no dia 19 de novembro de 2013. Na safra 2013/14, adultos foram coletados em armadilhas de feromônio sexual, em outubro. Lagartas grandes (5º e 6º instares) foram encontradas em trigo alimentando-se dos grãos em massa ou secos, além de canola e milho. A incidência maior foi em soja, desde os estádios iniciais (novembro) até a época de colheita (março). A ocorrência de adultos e de lagartas em várias localidades e regiões sugere que a espécie está amplamente distribuída no Rio Grande do Sul.
Thesagro: Praga de planta
Lagarta
Soja
NAL Thesaurus: Helicoverpa armigera
Plant pests
Insect larvae
Brazil.
Ano de Publicação: 2014
Aparece nas coleções:Resumo em anais de congresso (CPAC)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
34234.pdf57,05 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace