Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1002676
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Uva e Vinho - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 16-Dez-2014
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: TRENTIN, G.
MELO, G. W. B. de
FERREIRA, P. A. A.
GIROTTO, E.
MIOTTO, A.
CERETTA, C. A.
KAMINSKI, J.
FRARI, B. K. D.
MARCHEZAN, C.
SILVA, L. O. S.
FAVERSANI, J. C.
BRUNETTO, G.
Informaçães Adicionais: GUSTAVO TRENTIN, CPPSUL; GEORGE WELLINGTON BASTOS DE MELO, CNPUV.
Título: Biomass decomposition and nutrient release from black oat and hairy vetch residues deposited in a vineyard.
Edição: 2014
Fonte/Imprenta: Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 38, n. 5, p. 1621-1632, set./out. 2014.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Ciclagem de nutrientes
Cobertura plástica
Vitis sp
Plastic shelter
Aveia preta
Nutrient cycling.
Conteúdo: RESUMO: DECOMPOSIÇÃO E LIBERAÇÃO DE NUTRIENTES DE RESÍDUOS DE AVEIA- PRETA E ERVILHACA EM VINHEDO Em áreas de vinhedos, uma significativa quantidade de nutrientes pode retornar anualmente ao solo durante a decomposição de resíduos de espécies de plantas de cobertura. Este trabalho objetivou avaliar a decomposição e liberação de nutrientes de resíduos de aveia preta e ervilhaca depositados nas linhas de plantio de videiras sem e com cobertura plástica e nas entrelinhas. Este estudo foi conduzido em um vinhedo comercial em Bento Gonçalves, RS, no período de outubro de 2008 a fevereiro de 2009. Resíduos de aveia-preta (Avena strigosa) e ervilhaca (Vicia villosa) foram coletados, submetidos a análises químicas (C, N, P, K, Ca e Mg) e bioquímicas (cellulose - Cel, hemicellulose - Hem e lignina - Lig) e acondicionados em bolsas de decomposição, que foram depositadas em linhas de plantio sem cobertura plástica (LPSCP), linhas de plantio com cobertura plástica (LPCCP) e entrelinha (EL). Em 0, 33, 58, 76 e 110 dias depois da deposição das bolsas de decomposição, os resíduos foram coletados, preparados e submetidos à análise dos teores totais de N, P, K, Ca e Mg. As maiores quantidades e porcentagens de matéria seca e nutrientes remanescentes, com exceção do Ca, em resíduos de aveia-preta, no período de outubro até fevereiro, que coincide do florescimento até a colheita da uva, foram observadas na LPCCP, o que promoveu maior proteção da superfície do solo, evitando o escoamento superficial de solução derivada das entrelinhas; entretanto, retardou a ciclagem de nutrientes. A taxa de decomposição e liberação de nutrientes de resíduos de ervilhaca, de outubro até fevereiro, não foi influenciada pela posição de deposição dos resíduos no vinhedo, o que pode ser atribuído, especialmente, aos menores valores de relação C/N e Lig/N. Independentemente do tipo de resíduo, aveia-preta ou ervilhaca, a maior taxa de decomposição e liberação de nutrientes aconteceu, especialmente, até os 33 dias após a deposição dos resíduos na superfície do solo, o que coincidiu com o florescimento das videiras, que é um dos estágios fenológicos de maior demanda de nutrientes.
Thesagro: Biomassa
Aveia forrageira
Ervilhaca
Leguminosa forrageira
Ervilhaca peluda
Vicia villosa
Planta de cobertura.
NAL Thesaurus: Cover crops.
Ano de Publicação: 2014
ISSN: 0100-0683
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CNPUV)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
a27v38n5.pdf149,6 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace