Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1003828
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Soja - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 29-Dez-2014
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: MORAES, M. T. de
DEBIASI, H.
FRANCHINI, J. C.
SILVA, V. R. da
Informaçães Adicionais: MOACIR TUZZIN DE MORAES, UFSM; HENRIQUE DEBIASI, CNPSO; JULIO CEZAR FRANCHINI DOS SANTOS, CNPSO; VANDERLEI RODRIGUES DA SILVA, UFSM.
Título: Correction of resistance to penetration by pedofunctions and a reference soil water content.
Edição: 2012
Fonte/Imprenta: Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, MG, v. 36, n. 6, p. 1704-1713, nov./dez. 2012.
Idioma: en
Conteúdo: ABSTRACT: The soil penetration resistance is an important indicator of soil compaction and is strongly influenced by soil water content. The objective of this study was to develop mathematical models to normalize soil penetration resistance (SPR), using a reference value of gravimetric soil water content (U). For this purpose, SPR was determined with an impact penetrometer, in an experiment on a Dystroferric Red Latossol (Rhodic Eutrudox), at six levels of soil compaction, induced by mechanical chiseling and additional compaction by the traffic of a harvester (four, eight, 10, and 20 passes); in addition to a control treatment under no-tillage, without chiseling or additional compaction. To broaden the range of U values, SPR was evaluated in different periods. Undisturbed soil cores were sampled to quantify the soil bulk density (BD). Pedotransfer functions were generated correlating the values of U and BD to the SPR values. By these functions, the SPR was adequately corrected for all U and BD data ranges. The method requires only SPR and U as input variables in the models. However, different pedofunctions are needed according to the soil layer evaluated. After adjusting the pedotransfer functions, the differences in the soil compaction levels among the treatments, previously masked by variations of U, became detectable. RESUMO: A resistência do solo à penetração (SPR) é um dos principais indicadores do estado de compactação do solo; contudo, a SPR é altamente influenciada pelo conteúdo de água no solo. O objetivo deste trabalho foi desenvolver modelos matemáticos para a correção da SPR para um valor de umidade gravimétrica (U) de referência. Para isso, a SPR foi determinada, por meio de um penetrômetro de impacto, em um experimento instalado sobre um Latossolo Vermelho distroférrico, usando seis níveis de compactação do solo, obtidos por meio da escarificação mecânica e da compactação adicional, pelo tráfego de uma colhedora de grãos autopropelida (quatro, oito, 10 e 20 passadas), além de uma testemunha, a qual foi mantida sob sistema plantio direto sem escarificação ou compactação adicional. A fim de obter ampla variação nos valores de U, as avaliações da SPR foram realizadas em diferentes épocas. Amostras de solo com estrutura preservada foram coletadas para determinar a densidade do solo (BD). Foram geradas funções de pedotransferência relacionando os valores de SPR, de U e de BD. Usando essas funções, a correção da SPR foi satisfatória para todas as amplitudes de U e BD. O método requer apenas SPR e U como variáveis de entrada dos modelos. No entanto, são necessárias diferentes equações, em função da camada de solo avaliada. A aplicação das funções de pedotransferência, obtidas neste trabalho, permite observar diferenças no estado de compactação do solo entre os tratamentos, que antes não eram detectadas, em função de variações na U.
Thesagro: Solo.
Ano de Publicação: 2012
ISSN: 0100-0683
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CNPSO)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Correctionofresistancetopenetrationbypedofunctionsandareferencesoilwatercontent.pdf249,13 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace