Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1006544
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Milho e Sorgo - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 23-Jan-2015
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: SANTOS, F. C. dos
ALBUQUERQUE FILHO, M. R. de
VILELA, L.
FERREIRA, G. B.
CARVALHO, M. da C. S.
VIANA, J. H. M.
Informaçães Adicionais: FLAVIA CRISTINA DOS SANTOS, CNPMS; MANOEL RICARDO DE ALBUQUERQUE FILHO, CNPMS; LOURIVAL VILELA, CPAC; GILVAN BARBOSA FERREIRA, CNPA; MARIA DA CONCEICAO SANTANA CARVALHO, CNPAF; JOAO HERBERT MOREIRA VIANA, CNPMS.
Título: Decomposição e liberação de macronutrientes da palhada de milho e braquiária, sob integração lavoura-pecuária no cerrado baiano.
Edição: 2014
Fonte/Imprenta: Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, MG, v. 38, n. 6, p. 1855-1861, nov./dez. 2014.
Idioma: pt_BR
Notas: Nota.
Palavras-chave: Integração lavoura-pecuária
Conteúdo: O conhecimento da dinâmica de decomposição e liberação de nutrientes em sistemas de produção é de grande importância para o manejo da fertilidade do solo e para a economia de recursos. Dessa forma, foi conduzido um experimento em solo de Cerrado do oeste baiano com o objetivo de estudar a decomposição e liberação de macronutrientes da palhada de milho mais Brachiaria ruziziensis, sob sistema de integração lavoura-pecuária (ILP). As avaliações foram realizadas por meio de litterbags coletadas aos 0, 15, 40, 110, 170 e 220 dias após a dessecação da palhada, que ocorreu em outubro de 2008. A matéria seca total inicial foi de aproximadamente 6,6 Mg ha-1, com meia-vida de 115 dias. A liberação de nutrientes desse volume de palhada, com o respectivo percentual em relação à quantidade total de nutrientes acumulada na planta, até o final das avaliações foi de 29,3 (62 %); 7,8 (80 %); 42,2 (94 %); 48,6 (74 %); 17,0 (81 %); e 7,7 (79 %) kg ha-1 de N, P, K, Ca, Mg e S, respectivamente. Esses resultados auxiliam o manejo da adubação das culturas e se traduz em economia de recursos. Como exemplo e transformando-se as quantidades de nutrientes liberadas até os 110 dias, período de certa coincidência com o florescimento da cultura sucessora principal, pelos três principais macronutrientes (N, P e K) em quantidade de adubos, ter-se-ia uma economia de R$ 243,00 ha-1.
Thesagro: Milho
Brachiaria
Macroelemento
Cerrado
Nutrição vegetal
Ano de Publicação: 2014
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CNPMS)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Decomposicaoliberacao.pdf159,75 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace