Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1006646
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Amazônia Oriental - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 26-Jan-2015
Tipo do Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: SALES, A.
SILVA, A. R.
VELOSO, C. A. C.
CARVALHO, E. J. M.
Informaçães Adicionais: Agust Sales, GRADUANDO UEPA; ARYSTIDES RESENDE SILVA, CPATU; CARLOS ALBERTO COSTA VELOSO, CPATU; EDUARDO JORGE MAKLOUF CARVALHO, CPATU.
Título: Características agronômicas e produtivas do milho (BRS 1030) em plantio consorciado com forragem e espécies florestais em Paragominas-PA.
Edição: 2014
Fonte/Imprenta: In: SIMPÓSIO DE ESTUDOS E PESQUISAS EM CIÊNCIAS AMBIENTAIS NA AMAZÔNIA, 3., 2014, Belém, PA. Anais. [Belém, PA]: Universidade do Estado do Pará, Centro de Ciências Naturais e Tecnologia, 2014.
Páginas: v. 1, p. 365-369.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: BRS 1030.
Conteúdo: No nordeste paraense há uma enorme necessidade de se transformar os recursos naturais degradados em áreas com potencial produtivo. O sistema de integração Lavoura-Pecuária-Floresta (iLPF) possibilita a recuperação de áreas degradadas de forma sustentável e com uma maior produção por área. O milho é dos principais produtos agrícolas da região devido a sua participação na formação da renda agrícola e pela sua contribuição na alimentação animal. O trabalho tem como objetivo avaliar as características agronômicas e produtivas do milho em sistema iLPF para recuperação de áreas de pastagens degradadas. O estudo foi desenvolvido na fazenda Vitória, Paragominas ? PA. Segundo a classificação de Koppen, o clima é Aw. O solo foi classificado como Latossolo amarelo textura argilosa. Utilizou-se milho (BRS 1030) como cultivo de grãos, para forragem usou-se a Brachiaria ruziziensis e as espécies florestais utilizadas foram o paricá (Schizolobium amazonicum) e o mogno africano (Khaya ivorensis). O experimento foi composto por um cultivo de milho intercalado com paricá e mogno africano (iLPF) em áreas de 4,05 e 4,05 ha, respectivamente. Utilizou-se 5 ha para o cultivo do milho em sistema Santa Fé e 3 ha para o milho solteiro. O plantio de milho foi realizado em fevereiro de 2009. A colheita foi realizada em julho de 2009. O milho apresentou maiores valores de altura de planta consorciado com paricá (2,23 m) e altura de espiga no sistema Santa Fé (1,21 m). O milho no Sistema Santa Fé e solteiro apresentaram maiores valores de produção (5,8; 5,7 t/ha, o que corresponde a 97,47; 96,47 saca/ha) e palhada (5,6; 4,9 t/ha), respectivamente. O milho teve uma produção satisfatória mesmo com uma alta taxa de precipitação ocorrida naquele local. Essas particularidades do sistema iLPF implicam em diversas estratégias de manejo agrossilvipastoril. Portanto, é importante analisar as recomendações, respeitando as situações em particular.
Thesagro: Milho
Pastagem.
Ano de Publicação: 2014
Aparece nas coleções:Artigo em anais de congresso (CPATU)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
p365.pdf207,34 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace