Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1007360
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Meio Ambiente - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 30-Jan-2015
Tipo do Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: CLEMENTE, Z.
CASTRO, V. L. S. S. de
JONSSON, C. M.
FRACETO, L. F.
Informaçães Adicionais: ZAIRA CLEMENTE, UNICAMP; VERA LUCIA SCHERHOLZ S DE CASTRO, CNPMA; CLAUDIO MARTIN JONSSON, CNPMA; LEONARDO FERNANDES FRACETO, UNESP-Sorocaba.
Título: Exposição subletal de Daphnia a anatase provoca alterações bioquímicas dependentes da condição de iluminação.
Edição: 2014
Fonte/Imprenta: In: WORKSHOP DA REDE DE NANOTECNOLOGIA APLICADA AO AGRONEGÓCIO, 8., 2014, Juiz de Fora. Anais... São Carlos, SP: Embrapa Instrumentação; Campo Grande, MS: Embrapa Gado de Corte; Juiz de Fora: Embrapa Gado de Leite, 2014. p. 558-562.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Nanotecnologia
Ecotoxicologia
Microcrustáceo
Conteúdo: Resumo: As nanopartículas de dióxido de titânio (nano-Ti0 2) apresentam propriedades fotocatalíticas que devem ser consideradas na sua avaliação ecotoxicológica. Este trabalho teve por objetivo avaliar a toxicidade do nano-Ti0 2 em Daphnia similis, sob diferentes condições de iluminação. D. similis foram expostas a O, 7, 75 e 750 mg/L de nano-Ti0 2 (anatase, 25 nm) sob luz visível ou luz visível e radiação ultravioleta (UV), durante 24h. Analisou-se a atividade de catalase (CAT), glutationa S-transferase (GST) e fosfata- se ácida (FA) nos organismos expostos. CAT apresentou redução na sua atividade nos grupos expostos a 750 mg/L. Em geral, a exposição a radiação UV elevou a atividade de GST. FA sofreu interação dos fatores, sendo a atividade de FA inibida sob radiação UV, em todas as concentrações testadas. Estes resultados contribuem para compreensão dos efeitos ecotoxicológicos do nano-Ti0 2 e indicam que a condição de iluminação influencia tais efeitos. Abstract: Nanoparticles oftitanium dioxide (nano-Ti0 2) exhibit photocatalytic properties that must be considered in its ecotoxicological assessment. This study aimed to evaluate the toxicity ofnano-Ti0 2 in Daphnia similis under different illumination conditions. D. similis were exposed to O, 7, 75 and 750 mg/L of nano-Ti0 2 (anatase 25 nm) under visible light or visible and ultraviolet light (UV) for 24 hours. We analyzed the activity of catalase (CAT), glutathione S-transferase (GST) and acid phosphatase (AP) in exposed organisms. CAT showed a decrease in activity in the groups exposed to 750 mg/L. In general, exposure to UV radiation increased the GST activity. FA showed that there was an interaction offactors, and the activity of FA was inhibited under UV radiation, at ali tested concentrations. These findings contribute to understanding the ecotoxicological effects o f nano-TiO 2 and indicate that the illumination condition inftuences such effects.
Thesagro: Crustáceo
Substância tóxica
Raio ultravioleta
NAL Thesaurus: Daphnia similis
Ecotoxicology
Nanoparticles
Titanium dioxide
Ultraviolet radiation
Ano de Publicação: 2014
Aparece nas coleções:Artigo em anais de congresso (CNPMA)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014AA48.pdf3,83 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace