Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1010743
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Cerrados - Tese/dissertação (ALICE)
Data do documento: 5-Mar-2015
Tipo do Material: Tese/dissertação (ALICE)
Autoria: PEREIRA, D. dos R.
Informaçães Adicionais: DONIZETE DOS REIS PEREIRA.
Título: Simulação hidrológica na Bacia Hidrográfica do Rio Pomba usando o modelo SWAT.
Edição: 2013
Fonte/Imprenta: 2013.
Páginas: 126 f.
Idioma: pt_BR
Notas: Tese (Doutorado) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, MG, 2013. Orientador Mauro Aparecido Martinez. Coorientador Lineu Neiva Rodrigues (Embrapa Cerrados).
Palavras-chave: Simulação hidrológica
Rio Pomba
Modelo Digital de Elevação Hidrograficamente Condicionado
Conteúdo: A simulação hidrológica é uma importante ferramenta para o planejamento e gestão dos recursos hidrográficas, podendo ser utilizada na estimativa de disponibilidade hídrica, previsão de vazões e na análise da resposta hidrológica da bacia em decorrência de mudanças do uso do solo. Neste sentindo, objetivou-se, com este trabalho, calibrar e validar modelo SWAT para a bacia hidrográfica do rio Pompa tendo como seção de controle o posto fluviométrico Astolfo Dutra, validá-lo a montante e a jusante da seção de calibração, validá-lo em bacias distintas daquelas utilizada na calibração e aplicá-lo na simulação de cenários de mudanças no uso e ocupação do solo. Os dados usados para a aplicação do SWAT foram o Modelo Digital de Elevação Hidrograficamente Condicionado (MDEHC), os mapas de solos e de seu uso, dados de precipitação (14 postos de monitoramento) e de vazão (10 postos de monitoramento) disponibilizados pela Agência Nacional de Águas (ANA), dados de clima de três estações climatológicas disponibilizados pelo Instituto Nacional de meteorologia (INMET) e de informações de solo obtidas do projeto RADAMBRASIL. A calibração do modelo foi realizada pelo método de tentativa e erro utilizado pelo período de 01/01/1995 a 31/12/1999. Para a validação do modelo utilizou-se o período de 01/01/2000 a 31/12/2004. As estatísticas utilizada para avaliar a qualidade da calibração e validação foram o coeficiente de Nash e Sutcliffe (ENS) e sua versão logarítmica ((ENS)log)e o percentual de viés das vazões simuladas em relação às observadas (PBIAS). Complementarmente à validação do modelo hidrológico para a simulação de séries continuas de vazão foram realizadas análises de modelo na simulação de vazões máximas e mínimas associadas a diferentes tempos de retorno de simulação de vazões mínimas de referência para outorga de água, quais foram feitas por meio de análise de regressão linear simples. Por fim, simulou-se três cenários de usos do solo diferentes para avaliar o comportamento hidrológico da bacia frente às alterações propostas. No cenário 1 simulou-se a bacia considerando as Áreas de Preservação Permanente (APPS) e nos cenários 2 e 3simulou-se as substituição de 18,75% da área coberta com pastagens pro eucalipto e agricultura, respectivamente, o que equivale a uma substituição de 10% da área total da bacia. Obteve-se valores de ENS, (ENS)log e PBIAS iguais a 0,73, 0,58 e -1,8% e de 0,76, 0,78 e 5,1% nas etapas de calibração e validação, respectivamente, qualificando o modelo como adequado e bom para simulação hidrológica da bacia do rio Pomba com seção de controle em Astolfo Dutra. Na validação do SWAT a montante e a jusante da seção de calibração, obteve-se desempenho satisfatório para bacias com áreas de drenagem superiores a 700 Km² e com melhor representatividade das chuvas, e não satisfatório para áreas de drenagem inferiores a 500 Km² e com baixa representatividade das chuvas. NA sua validação nas sub-bacias dos rios Novo e Xopotó (Proxi-basin test) obteve-se desempenho satisfatório nas seções fluviométricas do rio Novo que drenam áreas superiores a 800 Km² e desempenho não satisfatório na sub-bacia do rio Xopotó, devido, principalmente, a baixa representatividade das chuvas. NA avaliação do seu desempenho na simulação de vazões máximas e mínimas diárias anuais associadas a diferentes tempos de retorno, e na simulação de vazões mínimas de referencia para outorga de uso de água, observou-se que os valores simulados não deferiram estaticamente dos valores observados pelo teste ?t? ao nível de 5% de probabilidade. Na avaliação dos impactos de alterações no uso do solo sobre o regime hidrológico da bacia do rio Pomba obteve-se uma redução média anual no escoamento, na vazão máxima e vazão mínima de 13,6 mm, 32,6m³ S-¹ e 2,0 m³ S-¹, respectivamente, para o cenário 1. Para o cenário 2 obteve-se uma redução média anual no escoamento de 4,0 mm, e nas máximas e mínimas de 5,6m³ S-¹ e 0,6 m³ S¬-¹, respectivamente. Para o cenário 3 obteve-se uma redução média anual no escoamento d e na vazão mínima de 6,5 mm e 1,5 m³ S-¹, respectivamente, o aumento da vazão máxima de 24,0 m³ S¹, Conclui-se que o SWAT pode ser aplicado na simulação hidrológica da bacia do rio pomba com boas estimativas das vazões em bacias com áreas de drenagem superiores a 700 Km², e que não é aplicável em bacias com áreas de drenagem inferiores a 500 Km² e com baixa representatividade espacial das chuvas.
Thesagro: Hidrologia
Manejo de água
NAL Thesaurus: Hydrology
Water management
Simulation models
Brazil
Ano de Publicação: 2013
Aparece nas coleções:Tese/dissertação (CPAC)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TeseDonizetedosReisPereira.pdf4,77 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace