Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1012098
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Clima Temperado - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 25-Mar-2015
Tipo do Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: SCIVITTARO, W. B.
SILVA, G. T.
LACERDA, C. L.
NEVES, W. T.
CORRÊA, G. da S.
FARIAS, M. de O.
Informaçães Adicionais: WALKYRIA BUENO SCIVITTARO, CPACT; Giovana Tavares Silva, UFPEL; Camila Lemos Lacerda, UFPEL; Willian Terra Neves, UFPEL; Gessiele da Silva Corrêa, UFPEL; Marla de Oliveira Farias, UFPEL.
Título: Desempenho Produtivo de Genótipos de Arroz Irrigado sob Estresse Salino na Fase Reprodutiva.
Edição: 2014
Fonte/Imprenta: In: REUNIÃO SUL-BRASILEIRA DE CIÊNCIA DO SOLO, 10., 2014, Pelotas. Fatos e mitos em ciência do solo. Pelotas: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo; UFPEL, 2014.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Componentes de produtividade.
Conteúdo: RESUMO- A salinização da água dos mananciais que irrigam as lavouras de arroz da Planície Costeira do Rio Grande do Sul tem causado perdas em produtividade à cultura. A intensidade com que o estresse salino influencia o desempenho da cultura varia com o genótipo e estádio fenológico. Realizou-se um trabalho para avaliar avaliar o efeito do nível de sal na água de irrigação, aplicada durante a fase reprodutiva, no desempenho produtivo de genótipos de arroz. O experimento foi realizado em tanques de alvenaria dispostos ao ar livre, nos quais cultivaram-se doze genótipos de arroz irrigado, seis de ciclo precoce (BRS Querência, BRS Pampa, BRA050106, AB06046, AB09025 e AB10101) e seis de ciclo médio (BRS Bojuru, BRS Sinuelo CL, BRS Cirad 302, AB08020, BRA040291 e CNAi9903). A irrigação do arroz iniciou no estádio quatro folhas, mas a aplicação dos tratamentos de sal (água natural e soluções 0,25% e 0,50% de NaCl) ocorreu, apenas, no início da fase reprodutiva, estendendo-se até a maturação, quando se procedeu a avaliação do desempenho produtivo dos genótipos de arroz. O excesso de sal na água de irrigação na fase reprodutiva reduziu o número de perfilhos, a produção e massa de grãos e aumentou a esterilidade de espiguetas do arroz. O efeito depressivo do sal foi mais intenso para os genótipos de ciclo precoce, relativamente àqueles de ciclo médio. A salinidade da água de irrigação afeta o desempenho produtivo de genótipos de arroz; a magnitude desse efeito é proporcional ao nível de sal na água, variando em intensidade entre genótipos.
Thesagro: Oryza Sativa
Produtividade
Salinidade.
Ano de Publicação: 2014
Aparece nas coleções:Artigo em anais de congresso (CPACT)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
W.B.Scivittaro2.pdf187,39 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace