Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1012986
Title: Prevalência e fatores associados ao consumo de queijo não pasteurizado entre pacientes com tuberculose de uma área urbana do Brasil.
Authors: ROCHA, B. B.
SILVA, M. R.
SOUZA, G. N. de
FARIA, L. S. de
MOREIRA, M. A. S.
Affiliation: BERNARDO BARBOSA ROCHA, UFV; MARCIO ROBERTO SILVA, CNPGL; GUILHERME NUNES DE SOUZA, CNPGL; LETÍCIA SCAFUTTO DE FARIA, UFV; MARIA APARECIDA SCATAMBURLO MOREIRA, UFV.
Date Issued: 2014
Citation: Revista Brasileira de Ciência Veterinária, v. 21, n. 2, p. 96-100, 2014.
Description: RESUMO - No Brasil o consumo de leite cru e derivados lácteos elaborados a partir de leite cru é responsável por 30% da produção total. Um estudo de corte transversal foi realizado para estimar a prevalência e, adicionalmente, avaliar fatores associados ao consumo de queijo feito com leite cru em pacientes com tuberculose na região de Juiz de Fora, Minas Gerais. Foram construídos modelos explicativos de regressão linear univariado e multivariado. A taxa de consumo atual de queijo feito com leite cru encontrada foi de 30,7%. A mediana de consumo foi de 279 unidades de queijo feito com leite cru por indivíduo ao longo da vida. As variáveis sexo, idade e ocupação relacionada com a pecuária ou agroindústria de alimentos de origem animal apresentaram-se associadas (p ? 0,05) ao consumo de queijo feito com leite cru. Os resultados reforçam a necessidade de medidas efetivas de controle do comércio de queijo feito com leite cru e de programas de conscientização dos consumidores sobre os riscos de consumo de lácteos elaborados a partir de leite cru, assegurados pelas autoridades de saúde e agricultura. Esse estudo objetivou estimar a prevalência atual ou passada de consumo, bem como as quantidades de ingestão ao longo da vida, de queijo feito com leite cru e os fatores de risco associados a esse consumo. ABSTRACT - In Brazil the consumption of unpasteurized milk and dairy products accounted for 30% of total production. A cross-sectional study was conducted to estimate the prevalence and additionally assess factors associated to unpasteurized cheese consumption in patients with tuberculosis in the region of Juiz de Fora, Minas Gerais. Explanatory univariate and multivariate linear regression models were constructed. The current consumption rate of unpasteurized cheese was 43.9%. The median of consumption was 279 units of unpasteurized cheese per individual over the lifetime. Sex, age and occupation related to farming or agribusiness of foodstuffs of animal origin, were associated (p ? 0.05) to unpasteurized milk consumption. The results reinforce the need for effective measures to control informal cheese trade, highlighting the need of health and agriculture authorities assure educational programs focusing health hazards of drinking raw milk. This study aimed to estimate the prevalence of current or past consumption, as well as the amounts of intake throughout life, cheese made with raw milk and the risk factors associated with consumption.
NAL Thesaurus: zoonoses.
Keywords: Inspeção de alimentos
Leite cru
Não-pasteurização.
Language: pt_BR
DOI: http://dx.doi.org/10.4322/rbcv.2014.030
Type of Material: Artigo de periódico
Access: openAccess
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CNPGL)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Cnpgl2014RevBrasCiVetPrevalencia.pdf398,22 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace