Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1014190
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Cerrados - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 24-Abr-2015
Tipo do Material: Resumo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: COSER, T. R.
SANTOS, D. L. de A.
CAVALCANTE, E.
SILVA, J. E. da
RAMOS, M. L. G.
CARVALHO, A. M. de
FIGUEIREDO, C. C.
PINHEIRO, L. de A.
Informaçães Adicionais: ARMINDA MOREIRA DE CARVALHO, CPAC; LUCIANO DE ALMEIDA PINHEIRO, CPAC.
Título: Fluxos de óxido nitroso em latossolo sob cultivo de milho consorciado.
Edição: 2014
Fonte/Imprenta: In: CONGRESO LATINOAMERICANO DE LA CIENCIA DEL SUELO, 20.; CONGRESO PERUANO DE LA CIENCIA DEL SUELO, 16., 2014, Cusco. Educar para preservar el suelo y conservar la vida en la tierra. Cusco: Centro de Convenciones de la Municipalidad del Cusco, 2014. 1 Pendrive.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Emissão de gás
Óxido nitroso
Fluxo de gases.
Conteúdo: O óxido nitroso é um importante gás de efeito estufa, com potencial de aquecimento de até 310 vezes maior que o de uma molécula de dióxido de carbono. São necessários estudos sobre emissões de óxido nitroso em sistemas agrícolas, tendo em vista que estes são responsáveis por boa parte das emissões de gases de efeito estufa. A integração lavoura-pecuária e o consórcio entre culturas são sistemas de produção mais sustentáveis, principalmente devido à dinâmica de N. Porém, pouco se sabe sobre emissões de óxido nitroso nesse sistema no Cerrado. O objetivo desse trabalho foi de quantificar os fluxos de N2O em sistemas de produção de milho em consórcio com gramíneas forrageiras no Cerrado. O experimento foi estabelecido em 2007 em sistema plantio direto com os seguintes tratamentos: milho solteiro; milho consorciado com P. maximum cv. Aruana; e milho consorciado com B. humidicola. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso, com três repetições. As amostras de ar foram coletadas no interior de câmaras do tipo estática fechada e foram avaliadas no perído de janeiro de 2012 a abril de 2013. Os menores fluxos de N2O foram observados na estação da seca, prevalecendo em condições de menores precipitações e menor quantidade de poros do solo preenchidos por água. Os fluxos de N2O foram maiores após aplicações de fertilizantes nitrogenados coincidindo com eventos de chuva, e também sob os sistemas de consórcio com as gramíneas forrageiras. Os fluxos de N2O variaram de 0,19 a 114,27 ug N-N2O m-2 h-1.
Thesagro: Solo
Efeito estufa
Panicum maximum
Brachiaria humidicola
Milho
Cerrado
Zea Mays.
NAL Thesaurus: Soil
Greenhouse effect
Savannas
Nitrogen oxides
Gas emissions
Gas production (biological)
Brazil.
Ano de Publicação: 2014
Aparece nas coleções:Resumo em anais de congresso (CPAC)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CongressoLatinoamericanoPeruanoCienciadoSolo16.pdf129,48 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace