Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1014217
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Cerrados - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 24-Abr-2015
Tipo do Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: MARRIEL, I. E.
MELO, I. G.
RESENDE, A. V. de
COELHO, A. M.
PAIVA, C. A. O.
MARTINS, E. de S.
BATISTA, A. M.
SOARES, E. A. C.
Informaçães Adicionais: IVANILDO EVODIO MARRIEL, CNPMS; ALVARO VILELA DE RESENDE, CNPMS; ANTONIO MARCOS COELHO, CNPMS; CHRISTIANE ABREU OLIVEIRA PAIVA, CNPMS; EDER DE SOUZA MARTINS, CPAC.
Título: Acúmulo de massa seca e de nutrientes em milheto adubado com rochas siliáticas em solo de Cerrado.
Edição: 2014
Fonte/Imprenta: In: CONGRESO LATINOAMERICANO DE LA CIENCIA DEL SUELO, 20.; CONGRESO PERUANO DE LA CIENCIA DEL SUELO, 16., 2014, Cusco. Educar para preservar el suelo y conservar la vida en la tierra. Cusco: Centro de Convenciones de la Municipalidad del Cusco, 2014. 1 Pendrive.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Agrominerais
Conteúdo: A prospecção de agrominerais existentes em território brasileiro, como alternativa aos fertilizantes químicos importados, torna-se relevante para a produção agrícola. Objetivou-se avaliar o potencial de diferentes rochas silicáticas como fontes de nutrientes para o cultivo de milheto. O experimento foi conduzido na Embrapa Milho e Sorgo-Sete Lagoas-MG, em vasos de 5,0 kg de solo, em casa-de-vegetação. Utilizou-se um LATOSSOLO VERMELHO Distrófico, fase cerrado, adubado de acordo com análise química do solo, exceto em relação ao potássio. Foram testadas seis fontes de potássio, sendo quatro rochas silicáticas (biotita, brecha, ultramáfica alcalina e flogopitito), um subproduto da extração de manganês (RMS) e o cloreto de potássio, como referencia, em dosagens equivalentes a 0, 75, 150 e 300 Kg ha-1 de K2O, em blocos casualizados, com quatro repetições. O crescimento e incorporação de nutrientes pelas plantas de milheto foram influenciados significativamente pela aplicação de K2O, com variados graus de respostas dependentes do nutriente, dose e fonte. Destacam-se as fontes RMS, ultramáfica alcalina, que apresentaram eficiência similar ao KCl em relação à produção de biomassa e absorção de K, na dose intermediária do nutriente. E, ainda proporcionaram maior conteúdo de enxofre e de zinco na parte aérea das plantas. Houve antagonismo acentuado entre absorção de potássio e cálcio + magnésio pelas plantas. A absorção dos demais macronutrientes não foi alterada, independente das fontes. Os benefícios da aplicação de rochas silicáticas como fontes de nutrientes para o milheto dependem do tipo de rocha e da quantidade aplicada.
Thesagro: Solo
Potássio
Milheto
Absorção de nutrientes
Cerrado
NAL Thesaurus: Soil
Potassium
Millets
Soil nutrient dynamics
Savannas
Brazil
Ano de Publicação: 2014
Aparece nas coleções:Artigo em anais de congresso (CPAC)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CongressoLatinoamericanoPeruanoCienciadoSolo8.pdf356,87 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace