Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1015325
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Florestas - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 13-Mai-2015
Tipo do Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: SANTAROSA, E.
MELLO, I. B. de
DERETI, R. M.
PENTEADO JUNIOR, J. F.
BONATO, J. A.
GOULART, I. C. G. dos R.
PINTO, A. F.
Informaçães Adicionais: EMILIANO SANTAROSA, CNPF; Ilvandro Barreto de Mello, Emater-RS; Rogério M. Dereti, Embrapa Gado de Leite; JOEL FERREIRA PENTEADO JUNIOR, CNPF; José Armindo Bonato, Emater-PR; IVES CLAYTON GOMES DOS REIS GOULART, CNPF; Amauri Ferreira Pinto, Emater-PR.
Título: Estimativa do volume de madeira em unidades de referência tecnológica com sistema agrossilvipastoril.
Edição: 2014
Fonte/Imprenta: In: SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE ARBORIZAÇÃO DE PASTAGENS EM REGIOES SUBTROPICAIS, 1., 2013, Colombo. Anais. Colombo: Embrapa Florestas, 2014. p. 81-92.
Série: (Embrapa Florestas. Documentos, 268).
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Silvipastoril.
Conteúdo: Este trabalho tem como objetivo apresentar resultados de inventário florestal, com enfoque no volume de madeira e no incremento médio anual (IMA) de madeira em sistemas Agrossilvipastoris, em quatro áreas (URTs) localizadas nos municípios de Porto Vitória-PR, Caseiros-RS e Passo Fundo-RS. O inventário florestal foi realizado em novembro de 2012, mensurando a altura das plantas com utilização de hipsômetro e avaliando o diâmetro do tronco na altura do peito (DAP), utilizando sutas de precisão. Os dados foram processados para determinação da altura média das árvores, diâmetro médio na altura do peito, volume médio por árvore, volume por hectare (ha), volume total da área com sistema silvipastoril e incremento médio anual em volume. Também, foi estimado o volume de madeira a ser colhido com base na simulação de quatro diferentes intensidades de desbaste: 25%, 30%, 35% e 40%. No sistema silvipastoril o volume de madeira é variável em função da localização, densidade de plantio e manejo do sistema. O incremento médio anual de madeira, estimada com base no volume total de madeira das URTs, variou de 13,6 a 16,6 m3.ha-1.ano em plantios com quatro anos de idade em Caseiros-RS e Passo Fundo-RS e de 19,7 a 22,9 m3.ha-1.ano em plantios com 6 anos de idade em Porto Vitória-PR, considerando os respectivos espaçamentos. É possível obter um volume total de madeira entre 118 a 137m3 ha-1 em plantios com seis anos e 54 a 66,8 m3 ha-1 em plantios com quatro anos, variável conforme a densidade de plantio, as condições de manejo e percentuais de sobrevivência. O produtor pode obter uma renda extra oriunda do desbaste, que irá variar de acordo com as condições de mercado e com a intensidade do desbaste.
Thesagro: Árvore
Desbaste
Madeira.
Ano de Publicação: 2014
Aparece nas coleções:Artigo em anais de congresso (CNPF)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
p8192Doc.268Anais.pdf63,25 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace