Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1015906
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Semiárido - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 21-Mai-2015
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: SILVA, R. de C. B da
LOPES, A. P.
SILVA, K. K. de A.
SILVA, T. C. F. dos S.
ARAGÃO, C. A.
DANTAS, B. F.
ANGELOTTI, F.
Informaçães Adicionais: RITA DE CÁSSIA BARBOSA DA SILVA, UNEB/Departamento d e Tecnologia e Ciências Sociais-DTCS; ARMANDO PEREIRA LOPES, UNEB/Departamento de Tecnologia e Ciências Sociais-DTCS; KILMA KELLY DE ALMEIDA SILVA, UNEB/Departamento de Tecnologia e Ciências Sociais-DTCS; TAINARA CRISTINE FERREIRA DOS SANTOS SILVA, UNEB/Departamento de Tecnologia e Ciências Sociais-DTCS; CARLOS ALBERTO ARAGÃO, UNEB/Departamento de Tecnologia e Ciências Sociais-DTCS; BARBARA FRANCA DANTAS, CPATSA; FRANCISLENE ANGELOTTI, CPATSA.
Título: Crescimento inicial de plântulas de melancia submetidas ao aumento da temperatura e concentrações de CO2.
Edição: 2015
Fonte/Imprenta: Revista Magistra, Cruz das Almas, v. 27, n. 1, p. 33-43, jan./mar. 2015.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Gás carbônico
Desenvolvimento vegetal
Watermelon.
Conteúdo: O aumento da concentração de dióxido de carbono na atmosfera poderá causar impactos sobre o desenvolvimento vegetal. O objetivo do trabalho foi avaliar o efeito do aumento da temperatura e da concentração de CO2 na emergência, Desenvolvimento inicial de plântulas e produção de mudas de melancia. O experimento foi desenvolvido em câmaras de crescimento com Controle de umidade, luminosidade, temperatura e concentração de CO2. Foram utilizadas três cultivares de melancia semeadas em bandejas de polietileno com 36 células, contendo substrato comercial. As bandejas permaneceram nas câmaras de crescimento por 14 dias, período em que as mudas de melancia estão aptas ao transplantio. O delineamento experimental empregado foi inteiramente casualizado em esquema fatorial 2x3, o que corresponde a duas concentrações de CO2 (360 e 550 ppm) e três temperaturas intercaladas com fotoperíodo de 12 horas (26, 29 e 32 °C dia; 20, 23 e 26 °C noite) para todas as cultivares (Charlesto n Gray, Fairfax e Crimson Sweet), avaliadas separadamente. Os dados obtidos foram submetidos à análise de variância e as médias comparadas pelo teste de Tukey a 5% de probabilidade. O Aumento das concentrações de CO2 e temperatura favoreceram o crescimento e acúmulo de fotoassimilados, beneficiando a produção de mudas de melancia das cultivares estudadas.
Thesagro: Melancia
Citrullus Lanatus
Muda.
Ano de Publicação: 2015
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CPATSA)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Fran2015.pdf830,43 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace