Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1017051
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Florestas - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 5-Jun-2015
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: PEREIRA, M. de O.
WENDLING, I.
NOGUEIRA, A. C.
KALIL FILHO, A. N.
NAVROSKI M. C.
Informaçães Adicionais: MARIANE DE OLIVEIRA PEREIRA, Universidade Federal do Paraná; IVAR WENDLING, CNPF; ANTONIO CARLOS NOGUEIRA, Universidade Federal do Paraná; ANTONIO NASCIM KALIL FILHO, CNPF; MARCIO CARLOS NAVROSKI, Universidade do Estado de Santa Catarina.
Título: Resgate vegetativo e propagação de cedro-australiano por estaquia.
Edição: 2015
Fonte/Imprenta: Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, DF, v. 50, n. 4, p. 267-282-289, abr. 2015.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Silvicultura clonal
Assexual propagation
Clonal forestry.
Conteúdo: O objetivo deste trabalho foi avaliar métodos de resgate vegetativo para a produção de estacas (corte raso, anelamento total e semianelamento) de árvores adultas de cedro-australiano (Toona ciliata var. australis). Avaliou-se o número de brotos produzidos aos 60, 120 e 180 dias, bem como a correlação entre o diâmetro médio do tronco à altura do peito (DAP) e o número de brotos. Com as brotações resultantes de cada método, produziram-se estacas que foram submetidas à retirada e ao corte de folíolos, e então receberam a aplicação de ácido indolbutírico (AIB) (0 e 6.000 mgL -1). Avaliou-se a influência dos fatores método de resgate, tempo de coleta, número de folíolos das estacas e planta matriz, em presença e ausência de AIB, na sobrevivência e no enraizamento das estacas. Não houve correlação entre o DAP das árvores e o número de brotações. O corte raso aos 120 dias proporcionou a maior produção de brotos (15,31). Estacas obtidas do semianelamento apresentaram maior sobrevivência (57,8%) e enraizamento (55,5%). Estacas com dois pares de folíolos inteiros e tratadas com 6.000 mg L -1 de AIB apresentaram maior obrevivência (65,5%) e enraizamento (56,7%). Houve grande variação na sobrevivência e no enraizamento entre plantas matrizes. O resgate vegetativo e a estaquia apresentam potencial para multiplicação clonal de árvores adultas de cedro-australiano.
Thesagro: Enraizamento
Reprodução assexuada
Propagação vegetativa
Toona Ciliata.
NAL Thesaurus: Rooting
Vegetative propagation.
Ano de Publicação: 2015
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CNPF)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015APIIvarResgateVegetativo.pdf464,36 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace