Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1017063
Title: Contribuição à filogenia de abelhas Melipona com uso de sequências parciais da região ITS1 do nrDNA.
Authors: BOMFIM, I. G. A.
FREITAS, B. M.
VENTURIERI, G. C.
JORGE, D. M. de M.
LOBO, M. D. P.
TORRES, D. C.
GRANGEIRO, T. B.
Affiliation: Isac Gabriel Abrahão Bomfim, CENTEC/FATEC; Breno Magalhães Freitas, UFC; GIORGIO CRISTINO VENTURIERI, CPATU; Daniel Macedo de Melo Jorge, pós-doutor na University of Michigan; Marina Duarte Pinto Lobo, UFC; Davi Coe Torres, INCA; Thalles Barbosa Grangeiro, UFC.
Date Issued: 2014
Citation: Revista Academica, Ciências Agrárias e Ambiental, Curitiba, v. 12, n. 4, p. 249-259, out./dez. 2014.
Description: O objetivo deste estudo foi investigar, por meio de dados moleculares de sequências de DNA, as relações filogenéticasde abelhas indígenas sem ferrão do táxon Melipona nativas do Brasil. Procurou-se, assim, fornecersubsídios para facilitar uma futura revisão taxonômica sobre esse grupo de abelhas. Sequências parciais daregião do espaçador transcrito interno I (ITS1) do DNA ribossômico nuclear (nrDNA) foram obtidas de espécimesde M. flavolineata, M. mondury e M. fasciculata, coletados em estados do Norte, Nordeste e Sudestedo Brasil. O alinhamento múltiplo das sequências geradas em conjunto com outras 25 do gênero Melipona,depositadas no GenBank ou publicadas em artigos científicos por outros autores, apresentou 141 caracteresalinhados, com uma distância genética média de 0,075 (Jukes-Cantor) entre todas as sequências estudadasdo táxon Melipona. As árvores obtidas através dos métodos de Neighbor-Joining (NJ), Máxima Parcimônia(MP) e Máxima Verossimilhança (MV) apresentaram essencialmente a mesma topologia, que define trêsclados: (i) espécimes do subgênero Melipona s. str. (M. subnitida, M. quadrifasciata e M. mandacaia); (ii)espécimes do subgênero Melikerria (M. quinquefasciata e M. fasciculata); e (iii) espécimes do subgêneroMichmelia (M. mondury, M. flavolineata e M. scutellaris). Os dados moleculares gerados no presente trabalho confirmam a organização taxonômica do gênero Melipona em pelo menos três subgêneros (Melipona,Melikerria e Michmelia), e demonstram a utilidade da sequência da região ITS1 do nrDNA para resolverrelações de parentesco infragenéricas em Meliponina.
Thesagro: Biologia Molecular.
NAL Thesaurus: molecular biology
stingless bees.
Keywords: Sequenciamento automático
Reconstrução filogenética
Abelhas sem ferrão
Meliponicultura
Automated sequencing
Phylogenetic reconstruction.
Language: pt_BR
DOI: 10.7213/academica.12.04.AO03
Type of Material: Artigo de periódico
Access: openAccess
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CPATU)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
academica15021.pdf465,61 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace