Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1018960
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Arroz e Feijão - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 30-Jun-2015
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: EVANGELISTA, J. R. E.
OLIVEIRA, J. A.
GUIMARÃES, R. M.
BOTELHO, F. J. E.
RESENDE, P. M. de
MONDO, V. H. V.
Informaçães Adicionais: JOSÉ RENATO EMILIORELLI EVANGELISTA, UFLA; JOÃO ALMIR OLIVEIRA, UFLA; RENATO MENDES GUIMARÃES, UFLA; FREDERICO JOSÉ EVANGELISTA BOTELHO, UFLA; PEDRO MILANEZ DE RESENDE, UFLA; VITOR HENRIQUE VAZ MONDO, CNPAF.
Título: Potencial fisiológico de sementes de soja durante a maturação.
Edição: 2015
Fonte/Imprenta: Informativo Abrates, Brasília, DF, v. 25, n. 1, p. 39-42, abr. 2015.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Tolerância à dessecação
Teste fisiológico
Conteúdo: O presente trabalho teve como objetivo avaliar o potencial fisiológico das sementes de soja durante a maturação e secagem artificial. O ensaio foi conduzido utilizando sementes da cultivar BRS Valiosa RR, produzidas na safra 2007/08 e colhidas em diferentes pontos no campo de produção. As sementes foram colhidas com diferentes teores de água (60%, 55%, 50%, 40%, 35%, 30% e 25%) e posteriormente separadas em duas amostras, sendo parte diretamente submetida a testes fisiológicos de germinação e vigor e, outra parte levada a um secador com circulação de ar forçada de pequena escala. Após a secagem, estas também foram avaliadas quanto ao potencial fisiológico. Utilizou-se delineamento experimental inteiramente casualizado com quatro repetições, em esquema fatorial 7 x 2, sendo sete épocas de colheitas e dois tratamentos de secagem. Concluiu-se que as sementes colhidas com teor de água 30 e 40% são as com maior potencial fisiológico, sendo a tolerância à dessecação evidente a partir de 40% de teor de água; as sementes com teor de água acima de 40% quando submetidas à secagem, têm seu potencial fisiológico comprometido.
Thesagro: Soja
Glycine max
Semente
Desidratação
Ano de Publicação: 2015
ISSN: 0103-667X
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CNPAF)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
vm.pdf468,93 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace