Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1020661
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Meio Ambiente - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 28-Jul-2015
Tipo do Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: MARQUES, J. F.
PEREIRA, L. C.
LOMBARDI NETO, F.
Informaçães Adicionais: JOÃO FERNANDO MARQUES, Embrapa Meio Ambiente; LAURO CHARLET PEREIRA, CNPMA; FRANCISCO LOMBARDI NETO, IAC.
Título: Valoração econômica como subsídios à gestão agroambiental de bacias hidrográficas.
Edição: 2005
Fonte/Imprenta: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA DO SOLO, 2005, Recife/PE. Anais... Recife/PE: IAC, 2005. p. 1-4.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Valoração econômica
Gestão agroambiental
Conteúdo: Segundo Hardin (1991) as disciplinas de economia e ecologia estão aptas a se ?casarem?. Elas devem ser compatíveis e freqüentemente tem sido salientado que possuem a mesma raiz etimológica, do grego ekos, significando casa. Embora isto expresse a necessidade de uma maior compreensão da complexa realidade das sociedades atuais, deve-se reconhecer que apesar dos progressos no entendimento dessas questões, ainda há um longo caminho a percorrer. Autores da linha denominada economia ecológica argumentam que para alcançar o desenvolvimento sustentável, torna-se necessário que os bens e serviços ambientais sejam incorporados na contabilidade econômica. Neste sentido, deve-se atribuir aos bens e serviços ambientais valores comparáveis àqueles atribuídos aos bens e serviços econômicos, produzidos pelo homem, e transacionados no mercado. A unidade geográfica ideal para planejamento de uso e manejo dos recursos naturais é a bacia hidrográfica, que é definida como a região de contribuição para um determinado curso d?água. Dentre as diversas tipologias existentes, em função da dimensão da área de drenagem, destaca-se a microbacia hidrográfica que é uma unidade territorial com o máximo 10.000 hectares (Assad & Sano, 1993). A forma de abordagem dos impactos ambientais, tendo como recorte as bacias hidrográficas, tem trazido uma nova concepção de entendimento das atividades humanas e suas correlações com o ambiente. Os estudos de gerenciamento ambiental, em bacia hidrográfica, apresenta inúmeras vantagens, uma vez que a mesma integra os processos naturais, sociais e políticos, sendo este um método geográfico por excelência (Théry, 1997).
Thesagro: Bacia hidrográfica
Ano de Publicação: 2005
Aparece nas coleções:Artigo em anais de congresso (CNPMA)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2005AA038.pdf2,12 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace