Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1021446
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Florestas - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 6-Ago-2015
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: KUBOTA, T. Y. K.
MORAES, M. A. de
SILVA, E. C. B. da
PUPIN, S.
AGUIAR, A. V. de
MORAES, M. L. T. de
FREITAS, M. L. M.
SATO, A. S.
MACHADO, J. A. R.
SEBBENN, A. M.
Informaçães Adicionais: Thaisa Yuriko Kuboyama Kubota, Pós-graduanda UNESP; Marcela Aparecida de Moraes, Pós-graduanda UNESP; Erica Cristina Bueno da Silva, Pós-graduanda da UNESP; Silvelise Pupin, Pós-graduanda da UNESP; ANANDA VIRGINIA DE AGUIAR, CNPF; Mario Luiz Teixeira de Moraes, UNESP; Miguel Luiz Menezes Freitas, Instituto Florestal; Aida Sanae Sato, Instituto Florestal; José Arimatéia Rabelo Machado, Instituto Florestal; Alexandre Magno Sebbenn, Instituto Florestal.
Título: Variabilidade genética para caracteres silviculturais em progênies de polinização aberta de Balfourodendron riedelianum (Engler).
Edição: 2015
Fonte/Imprenta: Scientia Forestalis, Piracicaba, v. 43, n. 106, p. 407-415, jun. 2015.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Teste de procedência.
Conteúdo: A fragmentação das florestas naturais tem reduzido as populações de muitas espécies de árvores ao redor do mundo. Devido a isso, é fundamental a adoção de estratégias de conservação genética ex situ para garantir a perpetuação dos recursos naturais atuais. Dentro deste contexto, o objetivo deste trabalho foi estimar parâmetros genéticos em um teste de procedências e progênies de Balfourodendron riedelianum , estabelecido para fins de conservação genética ex situ na Estação Experimental de Pederneiras, do Instituto Florestal de São Paulo. Os seguintes caracteres silviculturais foram avaliados: altura, diâmetro a altura do peito (DAP), forma de tronco, bifurcação, volume e sobrevivência. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos de famílias compactas, com 46 progênies de polinização aberta procedentes de três populações naturais (13 progênies de Alvorada do Sul-PR, 16 de Gália-SP e 17 de Bauru-SP, seis repetições, subparcelas de cinco plantas em linha e espaçamento de 3 x 3 m. O teste foi mensurado aos 27 anos de idade e as estimativas dos parâmetros genéticos foram feitas utilizando-se a metodologia de modelo linear misto univariado aditivo REML/BLUP. Foram detectadas diferenças significativas pelo teste da razão de verossimilhança na análise de deviance das procedências para todos os caracteres. O coeficiente de herdabilidade, em nível de média de progênies variou de moderado a alto para todos os caracteres (0,38 a 0,63), indicando que substancial parte da variação fenotípica entre as progênies é de origem genética. Isso sugere a possibilidade de melhorar a média populacional dos descendentes desta população, pela seleção entre progênies. As estratégias de seleção de 60% dos indivíduos para o caractere DAP, utilizando o índice de multi-efeito revelaram baixos ganhos na seleção para todas as procedências. Os resultados também sugerem que as sementes coletadas no pomar de sementes proposto devem apresentar baixos incrementos nas médias do DAP, em razão do baixo ganho de seleção.
Thesagro: Balfourodendron Riedelianum
Espécie Nativa
Pau Marfim.
Parâmetro Genético
Ano de Publicação: 2015
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CNPF)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015AnandaSFVariabilidade.pdf501,37 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace